Governo inicia recuperação na passarela de acesso à praia do Hawaizinho

O resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), previsto para esta sexta-feira, 17 de janeiro, tende a gerar expectativa e ansiedade em muitos jovens que estudaram o ano inteiro para conquistar um lugar nas universidades. Como lidar com esses sentimentos e ter equilíbrio emocional até o dia da publicação da lista de aprovados?

O psiquiatra André Salles, do Hospital Universitário de Brasília (HUB), explica que, assim como em tudo na vida, é preciso saber lidar com situações estressantes com serenidade e atividades que acalmem a mente.

O Portal MEC elaborou algumas perguntas para Salles explicar como lidar com a expectativa dias antes do resultado do Enem.

Portal MEC: O que o jovem deve fazer para diminuir a ansiedade nessa espera, nessa expectativa de um resultado que vai mudar a vida dele? Falta menos de uma semana para o resultado do Enem.

André Salles: Aproveitar que está em um período de férias, um período mais tranquilo para colocar em prática coisas que gosta de fazer. É importante também que a grande maioria dos jovens já tenha em mente suas possibilidades. A partir disso, uma alternativa para aliviar o estresse é sentar junto às pessoas mais próximas, seus responsáveis, e traçar planos, mesmo que sejam mais amplos, e avaliar quais possibilidades seriam realmente viáveis, quais não seriam, que tipo de expectativa é mais plausível que aconteça, que tipo de expectativa de fato é mais remota. Assim o estudante pode já traçar um plano, mesmo que seja geral, das possibilidades que tem para enfrentar num futuro próximo.

Existe algum esporte, algum lazer, alguma alternativa para aliviar esse estresse? Seguindo nesta linha, que dicas você dá para viver cada dia desta semana com menos ansiedade?

Não só nesse período agora de espera do Enem, mas ao longo do ano — e da vida — as pessoas devem procurar atividade para melhorar a saúde mental. Temos os esportes e o lazer, como exemplo. Mesmo com mudanças na vida ou uma rotina mais atarefada, é primordial colocar dentro da nossa rotina diária um momento, um horário para poder praticar atividade física ou práticas integrativas. Dentro disso, estão as atividades que nos dão prazer, exercícios que a gente gosta, se sente bem e à vontade para fazer.

O que evitar para não piorar a ansiedade?

Vai de acordo com o perfil das pessoas. As mais ansiosas, mais tensas, devem evitar ler notícias sobre o assunto, especulações, prognósticos porque isso, de fato, agrega uma ansiedade, uma expectativa para quem já é mais tenso. Conversar, ver as possibilidades, ver as expectativas reais, fazer planos mais amplos para poder se sentir bem com qualquer que seja o resultado, é o melhor caminho. Importante também evitar substâncias que possam aumentar a ansiedade, como o uso excessivo de cafeína ou de substâncias termogênicas que podem aumentar a ansiedade, além de qualquer tipo de situação que atrapalhe o sono.

Como lidar com o resultado negativo? Quem obtém êxito comemora e quem não passa pode desencadear sentimentos muito negativos e destrutivos? Quais as dicas para não deixar isso acontecer?

Na manhã de hoje, 14, o Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (Sedurbs),  iniciou os serviços de recuperação na passarela que dá acesso à praia do Hawaizinho, na orla da capital. Os serviços foram solicitados, após o rompimento de um trecho na segunda-feira, 13,  após um reboque carregado de suprimentos para os bares localizados nas proximidades da praia ter passado sobre ela, o que não é permitido, já que a mesma é de acesso exclusivo aos pedestres.

De acordo com o coordenador de obras da Sedurbs, Bruno Oliveira, os serviços de recuperação serão minuciosos. “Após a vistoria realizada na tarde da segunda-feira, constatamos que os danos foram muitos. A princípio, faremos a remoção das madeiras, para só então retirar e refazer as vigas em concreto que dão sustentação. Posteriormente será feita a medição do material que será utilizado para moldar as colunas, bases e braços que serão repostos”, explica.

O engenheiro acrescenta que durante o procedimento de recuperação, o espaço será interditado. “Um vez executadas todas essas ações, aguardaremos o processo de cura, que é comum nesse tipo de obra, para só então colocarmos as tábuas e por fim o guarda-corpo, sendo que o tempo para a conclusão dos serviços pode levar de três a quatro semanas e, até esse período, o tráfego de pedestres será suspenso”, enfatiza.

Para o taxista, Pedro dos Santos, a iniciativa é positiva para toda a população. “É sempre bom o Governo do Estado averiguar os equipamentos de lazer da orla, porque eu, enquanto motorista preciso apresentá-la aos sergipanos, bem como aos turistas e, estando sempre em boas condições, podemos estimular o retorno dessas pessoas aos  locais visitados”, analisa.

A passarela

Além do desgaste natural por conta da maresia, fator este que ocorre em todos os equipamentos e construções na extensão da orla na capital,  a passarela do Hawaizinho já estava sendo recuperada pelo Governo do Estado, um vez que no último semestre, um vândalo dirigindo uma pick up 4×4 passou sobre ela, danificando as tábuas e parte da estrutura, bem como um trecho do guarda-corpo, que precisou ser retirado.

Fonte: https://www.se.gov.br/noticias/desenvolvimento/governo_inicia_recuperacao_na_passarela_de_acesso_a_praia_do_hawaizinho

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: