Acusado de estuprar as duas crianças do Rio do Sal, se diz inocente.

Carlisson-Francisco-3Após ser preso por policiais da 5ª Delegacia, no início da manhã desta terça-feira, dia 31 de julho, o jovem acusado de estuprar as duas crianças uma de 10 e outra de 11 anos, no dia anterior, em companhia de um elemento não identificado pela policia, diz que ele é no dia inocente.Por pouco, Carlisson Francisco da Cruz, de 22 anos, conhecido como “ Alisson” e “Minhoca”, não seria linchado pelos moradores da Invasão do Rio do Sal, em Nossa Senhora do Socorro-SE, comunidade onde ele também mora.

Carlisson-Francisco-2De acordo com relato de parentes das vítimas, Alisson e outro homem, ainda não identificado pela polícia, estavam juntos quando as meninas sumiram após terem ido comprar pão a pedido deste suposto amigo de Alisson no final da tarde da última segunda-feira, dia 30, por volta da 15h.

Eles disseram também, que uma das meninas quando foi encontrada, estava sangrando nas partes íntimas, e a outra, muito machucada nas pernas, cabeça e braços. Além de partes das veste rasgada.

O acusado disse ao repórter Marcos Couto da Liberdade FM e site Imprensa1.com, que conheceu o colega foragido no mês de São João, e de lá para cá, o individuo apareceu em sua casa por quatro vezes para usar droga o “ Crack”, e ontem na tarde de ontem (30/07), foi mais vez fumar droga.

“Eu peguei deixei ele lá em minha casa sozinho, e fiquei conversando com uma ex-mulher minha. Ai quando eu to conversando com minha ex-mulher, ele vinha dizendo que ia ali e voltava já!. Ele passou sozinho… Eu continuei conversando com a minha ex-mulher e voltei para o barraco”, relata Carlisson Francisco.

Carlisson-Francisco-1“Quando eu tava voltando pra minha casa, a mãe da menina perguntou se aquele cara era meu primo, eu digo não..Não senhora,Não é meu primo não. Ela não!… Que ele disse que era primo seu, primo de no sei quem.. Primo do no sei quem, no sei quem. Não senhora, ele é apenas um colega que conheci de são João pra cá”, explica Alisson.

Segundo o acusado, a mãe das meninas estava querendo saber onde estaria este seu colega, que havia pedido para as meninas irem comprar pão e até aquele instate não haviam retornado “E disse: qual delas?… Que eu moro lá vizinho a ela, e Lea sabe disso que eu nunca tirei liberdade com as filhas dela, nunca tirei liberdade”, se defende.

“Aí.. Eu digo calma rapaz,vamos atrás, vamos atrás. Ai encontramos uma das meninas… Eu não tenho nada haver seu polícia, se eu tiver alguma coisa haver, eu quero um exame de DNA aí, O exame de DNA consta, se eu topei a mão nessas meninas ou não. Se o exame DNA constar eu quero que vocês me joguem aí oi.., Eu ai no meio desse tumulto, no tenho nada haver não rapaz. Eu sou inocente… Eu sou inocente…”, Declara.
criana-de-11-anos-com-a-tia
CORREÇÃO: A senhora Maria José , tia das meninas disse ao repórter Marcos Couto, no final da manhã desta quarta-feira, dia 1º de agosto, que as idades das meninas são: uma de 10 e outra de 11 anos.  Assista o vídeo com a  entrevista dele :

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: