Acusados de terem matado sargento Messias morrem em troca de tiros

TAJA--BANDIDOS--ASSASSINOS-DO-SARGENTO-MESSIAS---CABRITA--SARGENTO-MANOEL-MESSIASNo final da noite deste domingo, dia 14, dois elementos acusados de terem participado da morte do sargento da Polícia Militar de Sergipe (PM/SE), Manoel Messias Filho, de 63 anos , foram mortos em uma troca de tiros com a polícia no Povoado Cabrita, no munícipio sergipano de São Cristóvão..

Os dois elementos que morreram ainda não foram identificado oficialmente pelo Instituto de Medicina Legal de Sergipe ( IML). Mas, de acordo com a polícia não resta dúvidas que os dois tiveram participações diretas com o crime que vitimou o sargento Manoel Messias, no inicio da manhã deste domingo, dia 14.

Ainda de acordo com informações preliminares, os dois homens morreram no ,Povoado Cabrita após a troca de tiros com uma guarnição do COE.

A qualquer momentos novas informações .

 

ENTENDA O CASO:

Sargento da PM é assassinado no município de São Cristóvão

altAiBX33xTEN_8GoFcl_Y44PBosu3P2-V0EHkjorXOgJSzNa manhã deste domingo, dia 14, um sargento aposentado da Policia Militar de Sergipe ( PM/SE), foi assassinado à tiros dentro de uma fazenda, no município sergipano de São Cristóvão, após um assalto realizado por quatro bandidos que estavam encapuzados.

O militar, Manoel Messias Filho, de 63 anos, foi morto com um tiro de escopeta calibre 12, por volta das cinco  horas da manhã , quando três elementos entraram armados na fazenda onde ele estava e anunciaram  o assalto. Os bandidos tinham recolhido alguns pertences das vítimas entre eles uma arma de fogo de Manoel Messias.

O militar ao tentar pegar a sua outra arma (pistola) que estava em seu carro foi dominado antes de chegar ao veículo. Os assaltantes descobriram que a vítima era policial e atiraram para matar. Na propriedade localizada no Povoado Cantinho do Céu, além do militar, estavam o dono da fazenda, um vaqueiro e o porteiro que escaparam das mãos dos assaltantes com vida.

Os bandidos foram surpreendidos pela por policiais da Rádio Patrulha (RP), quando trefegavam com o carro da vítima e o outro do dono da fazenda próximo ao local do crime. Trocaram tiros com a polícia e fugiram em direção ao matagal nas imediações da Rodovia João Bebe Água.

Jose-Augusto-da-Cruz----Marcos-Paulo-dos-santos---sargento-Messias--imprensa1Horas depois, policiais do Grupo Tático Motorizado (GETAM) e da RP, conseguiram prender dois suspeitos: José Augusto da Cruz, de 37 anos, conhecido como (Dôdô) acusado de atirar contra à polícia e Marcos Paulo dos Santos, de 28 anos, acusado de estar com uma espingarda de fabricação caseira em sua residência, possivelmente a mesma que foi utilizada para o assalto.

Na Delegacia Plantonista ( Deplan) em Aracaju, os dois negaram suas participações no crime e declararam que são inocentes. Os policiais do Getam, comandados pelo Capitão Rivaldo, continuam ainda nas buscas a fim de prender os outros dois acusados do mesmo crime.

O corpo do militar já foi liberado do Instituto Médico Legal ( IML) para o velório e sepultamento.

A qualquer momento mais informações.

Por: Imprensa1.com.br

Fotos: Marcos Couto Jornalista e RP

 

 

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: