Imprensa1
Site de notícias do jornalista radialista Marcos Couto

Adolescente que confessou ter atirado na Sgto. Eliane Costa sai da Fundação e não volta

EXCLUSIVO do Portal Imprensa1

O adolescente que hoje tem 17 anos e que confessou ter praticado o ato infracional de matar a tiros a sargento da Polícia Militar de Sergipe (PM/SE), Eliana Costa da Silva, de 46 anos, no dia 31 de maio de 2018, no Conjunto Orlando Dantas em Aracaju, descumpriu a medida judicial socioeducativa, no último dia 20 de janeiro de 2022. Onde ele saiu da Fundação Renascer para passar o final de semana com a família e não retornou para a unidade.

As informações que chegaram para o Portal Imprensa1 é que a mãe dele tinha ido até a Fundação Renascer e se comprometido a devolvê-lo dia 20, mas ele preferiu não retornar.

A MORTE DA SARGENTO/ ATO INFRACIONAL 

A 1ª Sargento Eliana Costa da Silva, foi assassinada com cerca de dois tiros a queima-roupas, após reagir a um assalto na Rua F7, do Conjunto Orlando Dantas, Bairro São Conrado, zona Sul de Aracaju e o suspeito teria fugido. Mas, após as investigações, foi concluído que teria sido um adolescente de 13 anos de ter praticado a ato infracional contra a militar. CLICK AQUI !

 

NOTA DA FUNDAÇÃO RENASCER

De acordo com a Fundação Renascer, o adolescente cumpriu o tempo determinado pela Justiça de medida socioeducativa em internação e, após esse período, recebeu progressão para a semiliberdade. As regras desse tipo de medida lhe conferem o direito de ir para casa no final de semana, mas ele não retornou.

Por essa razão, segundo Carlos Viana, diretor operacional da Renascer, não se trata de um caso de fuga. “A mãe dele veio buscar e disse que traria novamente na segunda, como deve ser. Estava previsto o retorno dele à unidade para o dia 20, mas ele não retornou. Então, como é procedimento padrão, notificamos a 17ª Vara da Infância e da Juventude, que é quem faz o acompanhamento dos adolescentes em medida socioeducativa e é responsável pela determinação de busca e apreensão. Tudo conforme o previsto na Legislação”.

Por: Ascom da Fundação Renascer

Por: Imprensa1  com EXCLUSIVIDADE

Deixe uma resposta

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...