Anderson critica reajuste de preço da gasolina

ANDERSON_TUCA_Arquivo_11_11O vereador Anderson de Tuca (PRTB), vice-líder do prefeito na Câmara Municipal de Aracaju (CMA), usou a Tribuna da Casa nesta terça-feira, 11/11, para criticar o aumento de preço da gasolina, autorizado pelo Governo Federal, que elevou o valor em cerca de R$ 0,10. O parlamentar lamentou o aumento ressaltando que deixaram passar o processo eleitoral para conceder o reajuste.

Para Anderson, a atitude da Presidência da República, é uma afronta aos brasileiros. “Mais uma vez, quem sofre as consequências do desgoverno é o povo. Esse aumento representa um assalto aos trabalhadores que, agora, terão que arcar com mais essa despesa”, afirmou.

O vereador mostrou-se surpreso com o anúncio e disse não compreender os motivos para o reajuste. “Até hoje, não compreendo como é que somos autossustentável em combustível, o exportamos, temos o etanol e, mesmo assim, ainda temos um dos mais caros do mundo?”, questionou.

“Ainda fazem questão de dizer que temos o pré-sal. Isso é só uma falácia para enganar o povo brasileiro, pois, enquanto nossa gasolina custa R$ 2,99, a Venezuela cobra R$ 0,63 e a Argentina, que compra nossa gasolina, vende a R$ 1,48”, frisou.

Para Anderson, a carga tributária é um dos grandes vilões dos preços altos. “Se tirássemos os impostos, a gasolina iria custar R$ 1,15. Além disso, outro fator preocupante é a prática do cartel. Existe, sim, cartel dos donos de postos que combinam preços para que o consumidor não tenha muita opção”, ressaltou.

Por Bruno Almeida

Foto: Acrisio Siqueira

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: