Anderson fala sobre necessidade de se fazer o exame de toque retal

ANDERSON_TUCA_5_11Segundo pesquisa da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), 47% dos homens entrevistados nunca fizeram o exame de toque retal. O exame, que é indicado para homens a partir dos 45 anos e é a principal forma de diagnosticar o câncer no reto, ainda sofre grande resistência por parte dos pacientes que, muitas vezes, colocam tabus e preconceitos acima da saúde. E esse foi o tema do discurso abordado pelo vereador Anderson de Tuca (PRTB), vice-líder do prefeito na Câmara Municipal de Aracaju (CMA), durante Sessão Plenária desta quarta-feira, 05/11.

O parlamentar usou a Tribuna da Casa para fazer um alerta aos homens sobre a importância de se fazer o exame. Segundo Anderson, o procedimento é simples, dura menos de trinta segundos e deve ser feito por um urologista. “Quando se fala em saúde, muitas vezes os homens deixam a desejar. Temos que ter a consciência da importância de cuidarmos da nossa saúde, pois a saúde é o bem mais precioso que temos”, afirmou.

Anderson ressaltou que uma das principais causas da não realização do exame é o preconceito. “Muitos homens acham que esse exame vai ferir a sua dignidade ou afetar a sua masculinidade. Isso é um pensamento atrasado e carregado de preconceito. É preciso entender que o procedimento é simples e necessário. Além disso, tem a possibilidade de se fazer o exame através do sangue. O toque é mais confiável, no entanto, aceitar fazer o de sangue já é o primeiro passo”, assegurou.

Foto: Acrisio Siqueira

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: