Antes da final, Coritiba B vence reservas do Vasco por 5 a 1

felipebastos-fagner-ae

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em “treino de luxo”, antes da final da grande Copa do Brasil, os reservas do Coritiba lembraram os melhores momentos do time na temporada e golearam com facilidade o time B do Vasco por 5 a 1,

neste domingo, no Couto Pereira. O destaque da partida foi Anderson Aquino, único titular do time alviverde em campo, que marcou três vezes. 

 

O Coxa definiu o jogo já no primeiro tempo, fazendo quatro gols em 20 minutos. No segundo tempo, Maranhão ampliou e Elton diminuiu para o Vasco. Depois de perder as duas primeiras partidas, o Coritiba marcou seus três primeiro pontos no Brasileirão, deixando a zona de rebaixamento. O time carioca caiu quatro posições e saiu do G-4. 

Os dois times se enfrentaram pela segunda, em menos de uma semana. Já haviam jogado na última quarta-feira passada , pela Copa do Brasil, em confronto vencido pelo Vasco por 1 a 0.  Na quarta que vem fazem a finalíssima do torneio, no Couto Pereira. 

Imprimindo um ritmo avassalador, desde o início do jogo, o Coritiba atropelou o Vasco no primeiro tempo. Em 20 minutos, a equipe coxa-branca abriu 4 a 0, com grande atuação do atacante Anderson Aquino, que marcou três vezes.

Tcheco abriu o caminho para a goleada logo aos 2 minutos, aproveitou uma bobeada de Jumar. Logo.Em seguida, Aquino desandou a fazer gols, marcando aos 10, após receber de Leonardo; aos 14, completando cruzamento de Maranhão, e aos 19, em novo passe de Leonardo. 

Apesar da desvantagem, o Vasco deu algum trabalho ao goleiro Vanderlei, que fez, ao menos duas grandes defesas, em chutes de Elton, aos 18 e Felipe Bastos, aos 21minutos.

O Coritiba voltou tocando a bola, diante de um adversário que parecia não ter forças para reagir. O quinto gol veio em jogada rápida de Éverton Ribeiro, que deixou Maranhão na cara do gol, para marcar. O Vasco diminuiu dois minutos depois, com Elton, que dominou no meio da zaga e bateu.

Com o placar definido, o técnico Marcelo Oliveira passou a testar jogadores. Geraldo substituiu o grande destaque do jogo, Anderson Aquino, que saiu sob aplausos da torcida. Depois de sete meses de afastamento, devido a uma fratura, o lateral-esquerdo Triguinho reapareceu, substituindo Maranhão. 

Na prévia da final da Copa do Brasil, o Coritiba conseguiu o que queria: mostrar que, mesmo com os reservas, é forte no Couto Pereira  e pode reverter a vantagem dos vascaínos, que jogam por um empate para serem campeões. 

Fonte: UOL Esporte

Foto: Agência Estado

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: