Aprovado em 1ª votação projeto que isenta IPTU para doentes graves

Os vereadores aprovaram com  em primeira votação na manhã desta quinta-feira, 28, duas propostas, sendo um Projeto de Lei Complementar e um Projeto de Emenda à Lei Orgânica.

O Projeto de Lei Complementar nº 3/2019 trata sobre alterações da Lei nº 1547/1989, fixando isenção de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), sobre imóvel integrante de patrimônio de pessoas com doenças consideradas graves, elencadas nesta Lei, ou que tenham dependentes nesta condição.

O autor do projeto, Cabo Amintas (PTB), utilizou a Tribuna para defender a aprovação da propositura. “Quem aqui não está sujeito a essa doença? Ela não escolhe rico ou pobre. O TJ havia decidido em 2017 que era inconstitucional por ser apresentado como Projeto de Lei, por isso, hoje, em 2019, apresentamos como Projeto de Lei Complementar. Conto com o apoio dos senhores”, afirmou.

O Projeto de Lei Complementar foi aprovado pelo Plenário da  Câmara Municipal de Aracaju (CMA) apreciaram em 1º votação com 15 votos favoráveis.

Fonte: CMAJU

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: