Aracaju será sede do Mundial Escolar de Vôlei de Praia em 2015

Joao italia arquivo Pessoal

Além da vitória da dupla Carol e Duda, bolsistas da Prefeitura de Aracaju, no campeonato Mundial Escolar de Vôlei de Praia 2013, os aracajuanos têm outro motivo para comemorar. A capital sergipana será sede da próxima edição do campeonato em junho de 2015.

 

O prefeito João Alves Filho (DEM), presidindo a comitiva que representa Aracaju na Itália, entregou pessoalmente ao presidente da Federação Internacional de Esporte Escolar (International School Sport Federation – ISF), Andrea Delfin, os materiais de divulgação da cidade elaborados pela Prefeitura de Aracaju, através da Secretaria Municipal da Comunicação Social.

 

A decisão foi anunciada ne sexta-feira, 31, pela presidência da Federação. Após uma apresentação videográfica, que mostrou em três idiomas (português, inglês e italiano) todas as potencialidades de Aracaju para sediar um evento internacional, o nome da cidade foi ovacionado pelo público.

 

 

Para o secretário municipal da Juventude e do Esporte, Carlos Eloy, o momento é de comemoração. “Estamos muito felizes com essa vitória em dose dupla. Primeiro, pela medalha de nossas atletas, e segundo por podermos realizar a próxima edição do Mundial em 2015, mostrando que somos capazes de receber todos com segurança e organização, como também nos credenciar a novos eventos esportivos. Isso tudo mostra que a união faz a força, pois só conseguimos isso com o apoio do prefeito João Alves e o trabalho de todos os secretários”, disse.

 

O secretario municipal da Comunicação Social, Carlos Batalha, comemorou a conquista, que é de toda a cidade. “Um evento desse porte vai levar a Aracaju, durante duas semanas, uma quantidade muito grande de turistas, entre delegações e organização do evento. Além de impulsionar o desenvolvimento do esporte, vai aquecer a economia e divulgar a cidade internacionalmente”, afirma Batalha.

 

“Contou a favor o fato de termos em Aracaju o presidente da Confederação Brasileira de Desporto Escolar, Antônio Hora, que há três meses procurou o prefeito João Alves e encontrou todo o apoio para que Aracaju concorresse a sede do evento. Os outros pretendentes, Chile e Israel, retiraram suas respectivas candidaturas ao constatarem a estrutura que Aracaju possui, o que foi reafirmado pela presença do prefeito, que veio à Manfredônia em missão oficial, com o apoio do Itamaraty e Embaixada Brasileira”, completou Batalha, lembrando que desde o primeiro Mundial, em Porto Rico, o Brasil tentava ser sede.  

 

Foto: arquivo pessoal

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: