Imprensa1
Site de notícias do jornalista radialista Marcos Couto

Aumento do combustível afeta Transporte Público Coletivo

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (Setransp) sinaliza que o grande impacto no aumento no preço do combustível ocorrido esta semana afeta diretamente o setor de transporte coletivo, colocando em risco inclusive a operação.

Esse último acréscimo de 24,9%, atinge mais uma vez o setor que transporta cerca de 100 mil passageiros diariamente em Aracaju e sua Região Metropolitana e já está sofrendo diante dos sequenciais reajustes em 2021, chegando a somar 60% de aumento só no custo do combustível. O diesel teve aumento de 105,33% em 2022 em relação a 2018.

O setor alerta a necessidade de uma medida imediata para impedir que não haja mais prejuízos, agravados com o início da pandemia no ano de 2020, e que seguem contínuos.

O Setransp continua conversando com autoridades públicas em buscas de mecanismos para driblar as dificuldades vivenciadas pelo setor de Transporte Público em Sergipe, que tem uma tarifa defasada desde 2018.

E vem insistindo sobre a necessidade de aporte extra tarifário, com subsídios, e isenção de impostos ou taxas, como o caso do ICMS do diesel, que representa 18% do preço do combustível.

Foto: Marcos Macêdo / Arquivo

Reprodução: www.imprensa1.com

Por: Setransp – Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju

Raissa Cruz | | +557999067148 |  Superintendência

Luciana Nascimento | +5579998349382  | Assessoria de Comunicação

setransp-aju.com.br | setransp-aju.com.br/premiojornalismo | blogmobilidade.com

#MobilidadeUrbana #FaixasExclusivasEuApoio #premiosetranspdejornalismo

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...