Aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) se preparam para buscar os brasileiros em Wuhan

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, esteve, nesta quarta-feira (5/2), na Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados, para apresentar a situação epidemiológica do novo coronavírus no Brasil e no mundo e explicar as ações do SUS para enfrentar o vírus.

Conforme adiantou ontem durante a votação do projeto no plenário da Câmara, o ministro reforçou que deve enviar um texto mais completo futuramente para regulamentar as regras em casos de outras epidemias. O projeto aprovado pelos deputados foi uma medida emergencial para esse momento do coronavírus e a questão da quarentena, que precisavam ser pactuadas rapidamente.

Dois aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) decolaram para buscar os brasileiros em Wuhan nesta quarta-feira (5/2). A previsão é chegar à cidade chinesa nesta sexta-feira (7/2). O retorno está previsto para sábado (8/2).

Os brasileiros que retornarem de Wuhan, na China, vão precisar passar por um período de quarentena. Durante o período de isolamento na base aérea de Anápolis (GO), as pessoas precisarão passar por exames periódicos. Caso apresente sintomas, o atendimento e o tratamento serão realizados no Hospital das Forças Armadas, em Brasília (DF).

“O Ministério da Defesa coordena a operação e, em alguns momentos, tem solicitado apoio ao Ministério da Saúde. A gente pretende testar todos os brasileiros que retornarem para coronavírus e apoiar os exames porque o Exército não tem laboratórios para os exames. O apoio é solicitado para o Ministério da Saúde a depender da necessidade do Ministério da Defesa. Nós estamos à disposição para prestar apoio técnico e material”, explicou o diretor do Departamento de Imunização e Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, Júlio Croda.

Somente poderão viajar para o Brasil as pessoas que não apresentarem os sintomas compatíveis com o coronavírus. Os procedimentos de saúde serão realizados por profissionais do Ministério da Saúde e do Instituto de Medicina Aeroespacial da FAB.

Reproduzido por: imprensa1.com

Ministério da Saúde

Foto: acidadeon/S Carlos

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: