Bancários lançam a campanha “Exploração não tem perdão”

EXPLORAÇÃO-IMPRENSA1-BANCARIOSNesta sexta-feira, dia 21, às 08h, o Sindicato dos Bancários de Sergipe (SEEB/SE) vai lançar em Aracaju a Campanha Nacional dos Bancários 2015/2016, que traz o mote “Exploração não tem perdão”. O lançamento será em frente à Caixa Econômica Federal, no Calçadão João Pessoa.

Em todo o país, a campanha é unificada e é dirigida pelo Comando Nacional dos Bancários. A missão do comando é a de negociar as pautas de reivindicações diretamente com os representantes da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban).

A presidente do Sindicato dos Bancários de Sergipe (SEEB/SE), Ivânia Pereira, informa que o primeiro assunto da negociação é sobre ‘emprego’. “Nesse tema, estamos reivindicando pontos centrais como o reajuste nos salários de 16% (aumento real de 5,7% mais a reposição da inflação); valorização do piso salarial no valor do salário mínimo calculado pelo Dieese (R$ 3299,66 em junho); PLR de três salários mais R$ 7.246,82; defesa do emprego; combate às metas abusivas e ao assédio moral; melhores condições de trabalho; fim da terceirização e fim das demissões, bem como, admissão urgente de novos funcionários em todos os bancos. Os lucros chegam à casa dos bilhões, enquanto os investimentos no quadro de pessoal são pífios.”, enumera Ivânia Pereira.

Veja abaixo os principais itens da pauta de reivindicações da categoria:

_Reajuste salarial de 16%. (incluindo reposição da inflação mais 5,7% de aumento real)

_PLR: três salários mais R$7.246,82

_ Piso: R$3.299,66 (equivalente ao salário mínimo do Dieese em valores de junho último).

_ Vales aimentação, refeição, 13ª cesta e auxílio-creche/babá: R$788,00 ao mês para cada (salário mínimo nacional).

_ Melhores condições de trabalho com o fim das metas abusivas e do assédio moral que adoecem os bancários.

_ Emprego: fim das demissões, mais contratações, fim da rotatividade e combate às terceirizações diante dos riscos de aprovação do PLC 30/15 no Senado Federal, além da ratificação da Convenção 158 da OIT, que coíbe dispensas imotivadas.

Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS): para todos os bancários.

_ Auxílio-educação: pagamento para graduação e pós.

Prevenção contra assaltos e sequestros: permanência de dois vigilantes por andar nas agências e pontos de serviços bancários, conforme legislação. Instalação de portas giratórias com detector de metais na entrada das áreas de autoatendimento e biombos nos caixas. Abertura e fechamento remoto das agências, fim da guarda das chaves por funcionários.

_ Igualdade de oportunidades: fim às discriminações nos salários e na ascensão profissional de mulheres, negros, gays, lésbicas, transsexuais e pessoas com deficiência (PCDs).

Foto: Ascom/

Reprodução: www.imprensa1.com.br

Por: Déa Jacobina/Ascom

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: