Bolsonaro diz que CPI foi covarde: ‘Nise participou de um tribunal de exceção’

Presidente criticou postura dos senadores durante o depoimento da médica à comissão

0 129

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira, 2, que a médica Nise Yamaguchi participou de um “verdadeiro tribunal de exceção” ontem na CPI da Covid.

Em publicação no Twitter, Bolsonaro disse que a médica foi tratada pelos senadores de forma “covarde”.

“Minha solidariedade à Dra Nise, médica e cientista com extenso currículo, que participou de um verdadeiro tribunal de exceção. É inadmissível que profissionais de saúde sejam tratados de forma tão covarde!”, reclamou.

O presidente da República também voltou defender a autonomia médica no tratamento de pacientes.

“É preciso respeitar a autoridade e a autonomia médica. Médicos devem ter liberdade para salvar vidas e isso vem sendo ameaçado por um grupo político que atua visando somente atacar o Governo enquanto nega investigar desvios de recursos para o combate à pandemia.”

Com Informações: O Antagonista

Deixe uma resposta

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...