Imprensa1
Site de notícias do jornalista radialista Marcos Couto

Brasil e Argentina não saem do 0 a 0 em Córdoba

FOTO-DOS-TECNICOSEm uma partida de dar sono, com poucas chances de gol, Argentina e Brasil não saíram do 0 a 0 no Superclássico das Américas, no Estádio Mario Kempes, em Córdoba.

No confronto apenas com jogadores dos campeonatos locais dos dois países, Neymar e Leandro Damião foram os únicos brasileiros que levaram perigo ao gol de Orión.

No dia 28, as seleções voltam a se enfrentar, no Mangueirão, em Belém. Em um primeiro tempo sem muito lances de perigo, foi a Argentina que teve a primeira oportunidade de marcar. Após jogada de Zapata, Boselli chutou de primeira após cruzamento e a bola foi por cima do gol de Jefferson.

Aos 12, a melhor chance do Brasil. Neymar fez linda jogada, passando por dois adversário e, dentro da área, cruzou para Leandro Damião. Sozinho na pequena área e com o gol vazio, o atacante chutou a bola na trave.

Aos 15, chance da Argentina. Em cruzamento rasteiro na área do Brasil, Boselli chutou livre e a bola vai para fora. Novo perigo só aos 33, quando Martinez arriscou de longe e a bola passou perto do gol de Jefferson.

BRASIL-X-ARGENTINAA segunda etapa foi tão sonolenta quanto a primeira. Mano Menezes tentou injetar ânimo na seleção trocando Renato Abreu, que quase não apareceu, e colocou Oscar. A mudança melhorou o Brasil.

A grande chance da partida veio aos 32. Em lance individual, Leandro Damião deu uma lambreta sobre o zagueiro da Argentina e deu um toque alto sobre o goleiro Orióin. A bola bateu no travessão.

Quatro minutos depois, Ronaldinho Gaúcho bateu uma falta em que Orión jogou para escanteio.

Fonte: O Globo ([email protected]) | Agência O Globo Fotos: http://esporte.uol.com.br/futebol/ e Agencia o Globo

Deixe uma resposta

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...