Cadastramento de torcidas organizadas deve se tornar lei

sergipe-e-confianca-32_empautaufsVisando o esporte e a organização das torcidas organizadas, o deputado federal André Moura apresentou o PL 3462/2012 que obriga as torcidas organizadas a recadastrarem seus integrantes nos meses de janeiro e agosto para dar maior proteção, comodidade e segurança ao torcedor nos mais variados eventos desportivos.
É sabido que um dos maiores fatores de violência em detrimento do esporte são as torcidas organizadas e a legislação, mesmo com o Estatuto do Torcedor, ainda é insuficiente para conter os mais violentos.
Com a aprovação da propositura, a torcida que não respeitar a exigência não poderá utilizar camisas, faixas, instrumentos musicais e outros adereços em dias de eventos esportivos e nas imediações dos estádios. “Isso dará maior segurança aos demais torcedores, visto que, facilitando a identificação dos torcedores que cometerem atos agressivos ou incitarem a violência, mais fácil será a punição e até mesmo o banimento dos mesmos dos estádios, trazendo mais tranquilidade aos eventos desportivos”, afirma.
De acordo com André Moura, o objetivo das torcidas organizadas  é abrilhantar as partidas e incentivar os times durante os jogos, e a violência cometida vai de encontro ao que o esporte prega que é socialização e inclusão.
A matéria está tramitando em caráter conclusivo e se encontra na Comissão do Esporte (CESPO) e aguarda parecer do relator deputado Goulart (PSD/SP).
AssCom/AM | Foto: Site EmpautaUFS (Jornal Laboratório de Jornalismo)
Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: