Imprensa1
Site de notícias do jornalista radialista Marcos Couto

Câmara promove manhã de acolhimento aos novos servidores

Foto: Agência Câmara

Os novos servidores empossados na Câmara Municipal de Aracaju (CMA) participaram de um acolhimento promovido Escola do Legislativo Neuzice Barreto, na manhã desta segunda-feira, 18 de julho, no plenário Vereador Abrahão Crispim. Estiveram presentes os servidores que foram convocados na primeira lista em maio.

O presidente da Câmara Nitinho (PSD) disse que até o final de sua gestão vai convocar o restante dos aprovados no concurso da CMA. “É uma alegria para mim fazer parte deste momento histórico da Câmara Municipal de Aracaju. Quero também dar uma boa notícia que até o final da minha gestão vou convocar os 130 concursados. Além disso, pretendo deixar um projeto, que já está em andamento, para uma nova estrutura física para que possa alocar os novos e antigos servidores, dando mais conforto. Todos aqui são iguais, ninguém é diferente. Estamos aqui de passagem e quero ser companheiro de vocês e o que precisarem estou à disposição e tenham em mim um amigo e parceiro”, disse.

Já o diretor da Escola do Legislativo Neuzice Barreto, Vander Costa, deu boas-vindas aos novos servidores e explicou os resultados da gestão do presidente da Casa. “Nitinho criou a Escola do Legislativo, fez o Plano de Carreira dos Servidores, a reforma deste prédio, o concurso, corrigiu várias questões internas do legislativo, o que o torna um dos melhores gestores que esta Casa já teve. O mais bonito do nosso presidente é a forma como ele se preocupa com as pessoas. Ele sempre nos procura para que a gente faça trabalhos para que envolva a comunidade. Estejam sempre à vontade para nos procurar em relação a qualificação profissional e a bem feitoria nos trabalhos”, falou.

A servidora Luciana Macedo, técnica em Taquigrafia, avaliou como positiva a ação da Câmara em promover esse acolhimento entre o legislativo e os novos servidores. “É um grande destaque a gente ter esse acolhimento, tanto da parte setorial, todo mundo tentando ajudar e ensinar, dividindo um pouco do trabalho e dos recursos. Esse trabalho de acolhimento dos para nós, novos servidores, foi muito bem planejado e muito bem desenvolvido. Estou extremamente satisfeita”, avalia.

Câmara e Setores
A superintendente executiva da CMA, Josy Aguiar, falou sobre o processo de modernização que a Casa vem passando na gestão do presidente Nitinho Vitale (PSD). “Este momento foi preparado com muito para carinho para vocês. O presidente Nitinho cumpre seu papel quando proporciona o concurso e faz uma convocação quase que imediata. Além disso, a gestão não mede esforços para automatizar toda a Casa e vocês chegam na Câmara neste momento de modernização e melhoria contínua”, pontuou. Segundo a diretora de Comunicação da CMA, Eliz Moura, a ascom da Câmara tem a missão de interpretar o “parlamentês” para a sociedade. “Nossa missão é transformar o trabalho político para que qualquer cidadão tenha essa compreensão, para que ele tenha acesso aos trabalhos que os vereadores estão fazendo nesta Casa, trazendo para a cidade um resultado mais efetivo. Nós transformamos a linguagem legislativa acessível para a comunidade”.

Ricardo Fernandes, diretor-administrativo da CMA, responsável por toda questão interna da Câmara falou sobre a modernização com o sistema 1DOC. “Eram vários papeis que hoje estão todos digitalizados e de fácil acesso. A partir de agora, vamos fazer isso com a parte de processos e, em breve, tudo vai estar digitalizado”, explicou. Já a assistente social, Eliane de Jesus, falou sobre o trabalho interno e externo que o setor desenvolve. “Temos um trabalho que emite o parecer social para qualquer projeto que irá tramitar na Câmara, temos o trabalho da Procuradoria da Mulher, que atende o público externo, além do Prêmio de Poesia Marcelo Déda. Estamos à disposição de toda a Câmara, seja assessor, vereador ou servidor”.

Evelin Ribeiro, representando a Procuradoria Jurídica da CMA ao falar do concurso, disse que “foi um concurso muito esperado por todos. O jurídico participa de todos os processos da Csas, estamos incluídos em cerca de 90% das demandas da Casa. Nosso trabalho é de bastidores”, pontuou. Edwelton Gois, do Controle Interno, explica que “assim como jurídico, nós trabalhamos na parte burocrática. Temos a missão constitucional de atestar os atos da gestão. E, esta gestão, tem mostrado resultados. Fazemos um trabalho preventivo e corretivo. Essa gestão tem nos dado uma condição plena na forma que a gente precisa, nos dando uma tranquilidade para trabalhar”.

“Nosso setor é onde os processos da Casa todos andam. Todos os projetos, antes de chegarem ao plenário para votação passou por nosso setor”, disse César Dias, diretor legislativo”. Já Marcius Fernandes, gerente de Taquigrafia da CMA, explica que “o setor é o coração da Casa porque a partir daí o Ministério Público tem subsídios para abrir processos contra o legislativo, caso ele tenha interesse. Nossa função é registrar em plenário tudo o que é debatido nas sessões e nas reuniões técnicas”. Rafael Campos, chefe do cerimonial, explica que o cerimonial trabalha com protocolos. “Temos vários tipos de ventos aqui nesta Casa”. Já João Fernandes, assessor geral da Casa, disse que presta assessoria ao presidente Nitinho, aos vereadores e servidores.

Por: Agência Câmara Aracaju

Deixe uma resposta

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...