Carreteiro sergipano que morreu carbonizado em colisão de carretas no Mato Grosso é sepultado em Aracaju

Foi sepultado no final da manhã, desta quarta-feira, dia 26, no cemitério São João Batista, em Aracaju. O corpo do carreteiro sergipano, Willams Ramos dos Santos, de 29 anos, que morreu carbonizado preso às ferragens no final da manhã do último domingo, dia 23, após a colisão frontal de sua carreta carregada com biscoito e outra carregada com óleo que trafegava no sentido contrário pela BR 267, município de Nova Alvorada do Sul no Estado do Mato Grosso.

O sergipano Willams Ramos viajava com destino ao Rio de Janeiro na companhia de sua esposa, Sônia Henrique e de seus dois filhos, quando aconteceu a colisão frontal. A esposa e o casal de filhos, um de sete e outro de quatro anos , conseguiram escapar com pequenos ferimentos.

Segundo os relatos da esposa aos familiares: Willams preso as ferragens gritava para a ela sair do local e salvar os seus filhos. Ele dizia que não tinha condições de escapar, já que suas pernas e parte do seu corpo estavam presos as ferragens do carreta.

De acordo com o senhor Gilvan dos Santos, pai da vítima, o seu filho morreu como um “HERÓI”. Já a esposa de Willams, declarou em prantos na hora do sepultamento que seu marido morreu como um grande “GUERREIRO”.

As causas do acidente serão investigadas e a empresa que transportava a carga perigosa “ óleo”, foi multada em cerca de R$ 43 Mil Reais  pelo crime de poluição ambiental. Já que boa parte da carga foi derramada, vindo a contaminar o solo.

Por : www.imprensa1.com

Foto: Portal Imprensa1, Redes Socias, Portal Alvarda e Google

Foto: Rones Cezar/Alvorada informa

 

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: