Imprensa1
Site de notícias do jornalista radialista Marcos Couto

Casos de Dengue e Chikungunya aumentam em Sergipe alerta SES

Foto: SES

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgou o Boletim Epidemiológico das Arboviroses em Sergipe, referente ao período de 02 de janeiro a 27 de agosto deste ano. O documento aponta que houve um um aumento no número de casos de Dengue e Chikungunya, comparando ao ano passado. Neste sentido, reforça a necessidade dos cuidados para manter a residência livre dos mosquitos transmissores das arboviroses.

Foram confirmados neste ano 2.718 casos de dengue, 2.414 casos de Chikungunya e 80 casos de Zika. Das três arboviroses, apenas a Zika sofreu queda no número de casos confirmados, comparando os anos 2021 e 2022. Em 2021 foram confirmados 493 casos de dengue, 1.802 casos de Chikungunya e 196 casos de Zika.

Quanto ao número de pessoas que foram a óbito, o documento elaborado pela SES aponta que em 2022 foram confirmadas oito mortes pelo agravo de dengue, dois óbitos causados por Chikungunya e nenhum óbito ocasionado pela Zika.

De acordo com o Diretor de Vigilância em Saúde da SES, Marco Aurélio, o levantamento mostra que dos casos confirmados de dengue, os grupos etários mais acometidos foram adultos jovens de 20 a 34 anos de idade que representa 25,7% dos casos, seguido do grupo adultos de 35 a 49 anos, apresentando percentual de 17,4% dos casos. Quanto ao sexo, o feminino representa 53,4% e o masculino 46,6%. Se tratando de Chikungunya, os casos confirmados predominam na faixa etária de 20 a 34 anos, com percentual de 26%, e no sexo feminino, representando 60,4%.

Segundo informações do diretor de Vigilância em Saúde, quatro Levantamentos Rápidos de Índice para Aedes aegypti (LIRAa) foram realizados nos municípios neste ano de 2022. O LIRAa mede a presença do vetor nas localidades pesquisadas, utilizando uma escala como medida de avaliação e monitoramento. O índice satisfatório vai de 0 a 0,9; o de média infestação de 1,0 a 3,9 e o de alto risco acima de 4,0.

No último levantamento do LIRAa (2022), realizado em julho/2022, 16% dos municípios, ou seja, 12 municípios apresentaram índice satisfatório. 51 municípios estão em situação de média infestação e 12 municípios apresentaram índice de alta infestação para Aedes aegypti.

Por: SES

Deixe uma resposta

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...