Centrais e sindicatos deliberam indicativo de ‘paralisação de advertência’

centrais-sindicatos-sindfisco-assembleia geral-reuniaoEm processo de mobilização, os representantes do Movimento dos Trabalhadores do Serviço Público Estadual deliberaram novas ações unificadas, como o indicativo de ‘paralisação de advertência’ para o próximo dia 2 de setembro.

A paralisação deverá ser aprovada em assembleias das 22 categorias que compõem o movimento. A concentração da paralisação será às 08h, em frente ao Palácio de Despacho. A reunião dos sindicatos foi coordenada pelas centrais CTB/SE e CUT/SE e aconteceu nesta terça-feira, na sede do Sindicato do Fisco de Sergipe (Sindifisco).

“O ato do dia 2 vai demostrar mais uma vez de que não aceitamos as justificativas do governo de que por conta da crise econômica, a administração não tenha condições de atender as justas reivindicações das categorias e implemente uma situação insuportável de arrocho salarial. O discurso da crise é chantagem política, para deixar de conceder um direito constitucional: reajuste inflacionário e garantia de pagamento dos salários dos servidores públicos. E esse sentimento de repúdio toma corpo entre os servidores. O Estado precisa fazer diferente. Apresentar com maior  transparência  as informações financeiras e encontrar formas concretas de atender as demandas unificadas”, defende o presidente do Sindifisco, Paulo Pedroza.

centrais-sindicatos-sindfisco-assembleia geral-reuniao“O movimento unificado dos sindicatos está fortalecido. Os servidores não aceitam nem engolem mais o discurso falacioso de falta de dinheiro. No jogo do governo, Jackson só falta dinheiro para valorizar os servidores, mas não falta para o pagamento dos bondosos salários dos cargos comissionados”, afirma o presidente da CUT/SE, Roberto Silva.

Pauta unificada De acordo com o vice-presidente da CTB, Waldir Rodrigues, os protestos darão continuidade à luta em defesa da pauta unificada, em negociação com o governo estadual. “Essa pauta abrange cinco itens gerais: cumprimento dos acordos dos Planos de Cargos e Salários (PCCVs) e subsídios; reposição inflacionária, piso dos professores; transparência nas contas públicas e contra o parcelamento dos salários dos servidores”, enumera Waldir Rodrigues.

Os sindicatos também estão cobrando do governo estadual respostas às perguntas encaminhadas pelo movimento sobre finanças públicas e data para a realização da reunião do Grupo de Trabalho. As respostas ao questionário e formação do Grupo de Trabalho sobre finanças públicas foram acordados na retomada da mesa de negociações dirigida pelo vice-governador Belivaldo Chagas.

“Estamos esperando com muita expectativa as respostas do governo, o prazo acordado se esgotou nessa segunda-feira, dia 17. Juntos governo e sindicatos podem encontrar novas formas e alternativas de cálculos das finanças que possibilitem o governo atender as demandas dos servidores”, afirma o presidente do Sintrase, Diego Araújo.

Manifestações nacionais Os sindicatos também estarão sugerindo às categorias dos serviços públicos a participação em dois atos de repercussão nacional. No dia 20, é dia de manifestações em defesa da democracia, da Petrobras e contra medidas de ajuste fiscal e em defesa dos direitos dos trabalhadores. Em Aracaju, o ato será realizado na Praça General Valadão. E no dia 7 de setembro, os sindicatos farão nova manifestação para divulgar a pauta unificada dos servidores públicos estaduais.

Categorias Movimento dos Trabalhadores do Serviço Público foi ampliado para 24 entidades. Participam do movimento as centrais sindicais CTB e CUT e os sindicatos: Sindifisco, Sintasa, Sindipen, Sindconam, Sinpol, Sintrase, Seese, Sinpsi, Sindimed, Adepol, STERTs, Senge, Sinter/SE, Sindijor, Sindijus, Sintese, Sindetran, Sindasse, Sindisan, Sinditic, Sindinutrise e Sintradispense.

Reprodução: www.imprensa1.com.br

Por: Déa Jacobina <[email protected]>

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: