Imprensa1
Site de notícias do jornalista radialista Marcos Couto

Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher realiza mais de 2.500 atendimentos por mês.

Foto: Valter Sobrinho

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) possui um equipamento totalmente voltado para a saúde da mulher, o Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (Caism), atende mensalmente uma média de 2.500 pacientes reguladas, em 2021, foram mais de 46 mil atendimentos voltados para a população feminina de Sergipe.

“O CAISM é um serviço que atende aos municípios do estado, principalmente o interior, é voltado para diagnóstico de cânceres de colo de útero e mama. Além disso, somos referência para o pré-natal de alto risco. Os pacientes se dirigem às Unidade Básica de Saúde (UBS) para fazer exames preventivos e ao verificar um diagnóstico alterado, as pacientes são encaminhadas via complexo regulatório para o CAISM”, explica Zaira Moura da Paixão Freitas, gerente assistencial do CAISM.

A gerente reforça que todos os serviços ofertados pelo Caism devem partir de um encaminhamento advindo da Atenção Primária, é o caso do atendimento de pré-natal, acompanhamento que deve fazer parte da rotina de toda mulher gestante. “O CAISM começa o pré-natal das UBS e identificado alguma doença que cause anormalidade no curso da gravidez para gestante ou bebê, há o encaminhamento para nossa equipe de profissionais que é composta por obstetras, endocrinologistas, psicólogos, nutricionistas, cardiologistas, enfermeiros, técnicos de enfermagem, dentre outros”, esclarece Zaira.

O mesmo percurso serve para os demais serviços do centro, tais como o diagnóstico de patologia do trato genital inferior. “Para esse serviço contamos com médicos ginecologistas que fazem os exames diagnósticos como biópsia, se necessitar elas são referenciadas para o serviço terciário, ou seja, unidade hospitalar Unidade de tratamento de câncer que em sergipe são o HUSE e Hospital Cirurgia. Outro serviço é o de mastologia, qualquer situação anormal na mama, as UBS solicitam a vaga com o médico mastologista do Caism, aqui fazemos a mamografia e punções, as pacientes são encaminhadas para os serviços hospitalares caso necessário. O acesso ao serviço de mamografia também é realizado pelo complexo regulatório, as pacientes nas UBS já recebem o dia de fazer o exame, fazemos também videohisteroscopia para diagnóstico de cânceres de útero”, relata a responsável pela gerência do Caism.

Gardênia Santos de Oliveira, 50 anos, moradora de Aracaju, esteve pela primeira vez no Caism no dia internacional da mulher, 08 de março. Ela foi atendida na Carreta da Mulher e ficou muito surpresa com a agilidade nos serviços. “Eu consegui a mamografia, consegui a vaga e estou encantada com o espaço, por ser uma carreta, é confortável e tranquilo. Eu como mulher me senti muito acolhida porque a gente chega muito fragilizada e preocupada e o atendimento de todos aqui faz a diferença, está sendo muito gratificante”, expõe com satisfação.

Por: SES

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...