Cinco suspeitos pela morte de policiais em Umbaúba morrem em confronto

Seis suspeitos de envolvimento na morte dos policiais civis Marcos Luis Morais e Fábio Alessandro Pereira Lopes foram presos na operação deflagrada após a morte dos agentes da Polícia Civil durante diligências investigativas de crimes contra o patrimônio na região de Umbaúba, na última quinta-feira, 17. Ainda nas buscas dos envolvidos nas mortes dos policiais, cinco homens resistiram à abordagem policial e vieram a óbito.

A operação envolveu a Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Copci), Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core), Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Federal e contou com o apoio de outras unidades da Secretaria de Segurança Pública (SSP) e também das Polícias Civil e Militar Bahia. Na operação, além das prisões, foram apreendidos armamentos e veículos.

Os presos foram identificados como Sérgio Cordeiro de Oliveira, 36 anos; Gilmar Cordeiro Oliveira, 37; Dalvan de Oliveira, 31; Antônio Marcos de Oliveira, 42; Roberta Gama de Oliveira; 29; e Sueli Cordeiro, 49. Dos cinco que entraram em confronto com as equipes policiais, três foram identificados: Alonso de Oliveira, 51 anos; Marcone da Gama Oliveira; e Rui de Oliveira, 46.

As apreensões foram de uma pistola .40 PT 100, ABJ906340 (Apreendida em poder de Dalvan de Oliveira e de propriedade de Rui); um revólver 38 Rossi, J258154 (apreendida em poder de Dalvan de Oliveira e de propriedade de Rui); uma pistola 380, Taurus, KSC 24611 (apreendida em poder de Sueli Cordeiro). As três armas de fogo estão sendo periciadas para verificar se foram utilizadas no crime.

Além dessas, também foram encontrados um revólver 38 Taurus, 0A188755 (apreendido em poder de Roberta Gama de Oliveira); dois revólveres calibre .38, apreendidos em poder de Alonso de Oliveira e Marcony da Gama Oliveira; uma espingarda calibre 12, 362186 (apreendida em poder de Sueli Cordeiro); e uma garrucha (apreendida em poder de Sueli Cordeiro). O grupo também estava em posse de dois veículos, um VW Polo, placa IAB-8G09 e um Fiat Uno, placa OEM-5F48.

As buscas continuam para encontrar outros envolvidos nas mortes dos policiais. Há mais um integrante do grupo identificado. Ele é Adenilton Oliveira Mota, 29 anos. Informações e denúncias sobre o grupo criminoso podem ser repassadas através do Disque-Denúncia (181). O sigilo é garantido.

Fonte: SSP/SE

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...