Imprensa1
Site de notícias do jornalista radialista Marcos Couto

“Coisas boas feitas pela gestão são obrigação”, afirma Emília

Foto: César de Oliveira

Falta de Plano Diretor, demissão dos rodoviários, demora na marcação dos exames nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), ciclovias precárias, foi pontuando alguns problemas de Aracaju, que a vereadora Emília Corrêa (Patriota) usou a Tribuna para dizer que aquela oportunidade serve os representantes do povo pontuar as falhas e buscar soluções, as coisas boas feitas pela administração municipal, a população deve, no mínimo, usufruir, porque está fazendo o que é obrigação.

“Quando algum feito merece reconhecimento, um elogio, eu faço e farei. Mas, fora isso, não esperem de mim vir aqui fazer uso da Tribuna para estar vangloriando gestor “A” ou “B”. Não faz meu tipo passar a mão na cabeça de ninguém. Ou participar de articulação para camuflar o que está feio. Até porque, até onde eu sei, ele está cumprindo sua obrigação”, declarou a oposicionista.

 

PPA

 

Ainda em sua fala, Emília ressaltou que as discussões sobre o Plano Plurianual (PPA 2022-2025) – que trata-se de um documento que define as prioridades de um Governo para o período de quatro anos, podendo ser revisado a cada ano – revelarão muitos problemas. “A Cidade é Inteligente, mas não tem um Plano Diretor, é inteligente, nas propagandas, mas no dia a dia, a gente andando e conversando com a população, sabemos qual a realidade, o que afeta. Vamos aguardar as revelações através dos debates sobre a PPA, muita coisa vai surgir. Resta saber se vão ser solucionadas”, afirmou.

Por: Andrea Lima/Ascom

Deixe uma resposta

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...