Com feriado prolongado Huse registra quase 800 atendimentos no Pronto Socorro

Foto: SES

O final de semana foi prolongado e marcado pelo feriado da Independência do Brasil (período de 3 a 7 de setembro), com isso, algumas pessoas se envolveram em acidentes ou precisaram de assistência no Hospital de Urgências de Sergipe Governador João Alves Filho (Huse). Foram 782 atendimentos realizados no Pronto Socorro do hospital e desse total, 111 precisaram de cuidados especiais ou ficaram internados. Entre os casos que buscaram auxílio na unidade estão as vítimas de queda, os acidentes motociclísticos e os de baixa complexidade.

Foram contabilizados durante esse período, 285 pacientes atendidos nos consultórios da Ortopedia e Sutura, 241 na Área Azul, 76 nos consultórios do Otorrino e Oftalmo, além de 162 crianças atendidas no Hospital Pediátrico Drº José Machado de Souza. Entre os motivos que levaram essas vítimas até o Huse estão 86 pessoas por envolvimento com queda, 54 com dor abdominal, 37 vítimas de acidente motociclístico, 7 por acidente automobilístico, além de 5 vítimas por arma de fogo e 4 por arma branca, entre outros casos.

O pescador Marcos Silva, 45, foi uma dessas pessoas que buscaram atendimento no Pronto Socorro da unidade. Ele foi vítima de um acidente motociclístico quando voltava para casa depois de um dia de trabalho. “Eu não vou esquecer a queda que levei por desviar de um buraco na pista. Mas agradeço a Deus porque poderia ser bem pior, eu fraturei o braço e vou precisar de cirurgia. O atendimento foi muito rápido e agora é só aguardar o tempo de operar e poder voltar para casa”, disse o pescador.

A educadora Maria Ivonete Bezerra, 54, está acompanhando a mãe de 79 anos, internada por causa de uma queda no tapete da cozinha. Por ser idosa e pela gravidade da fratura, vai permanecer internada aguardando a cirurgia que acontecerá na próxima semana. “É uma angústia muito grande e uma sensação de impotência, a gente vê a mãe nessa situação. Graças a Deus ela já vai ser operada e vai ficar tudo bem, ela é forte e saudável, vai conseguir superar essa queda”, finalizou a educadora.

Ascom: SES

Deixe uma resposta

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...