CORONAVIRUS: Ministérios Públicos em Sergipe divulgam nota com número oficial de leitos de UTI no Estado

Instituições afirmam que só testagem ampla e estudos de cenário sobre a pandemia permitirão garantir que estrutura de saúde pública em Sergipe é suficiente para atender pacientes de Covid-19

O Ministério Público do Estado de Sergipe (MPSE), o Ministério Público Federal em Sergipe (MPF/SE) e o Ministério Público do Trabalho (MPT) lançaram nota pública para divulgar os dados oficiais sobre o número de leitos de UTI e clínicos exclusivos para tratamento de Covid-19 no Estado de Sergipe.

O panorama apresentado tem o objetivo de reforçar a necessidade de manutenção do isolamento social no Estado, e alertar a população para o fato de que apenas com a realização de testagem ampla e estudos de cenário sobre o número de internações no pico da epidemia é possível saber se a estrutura da saúde em Sergipe é suficiente para fazer face à demanda a ser gerada pela epidemia causada pelo novo coronavírus.

Confira abaixo o texto da nota

Atendendo a pedido dos Ministérios Públicos, o Estado de Sergipe e o Município de Aracaju apresentaram informações acerca do quantitativo de leitos de UTI e clínicos de retaguarda, disponíveis em toda a rede hospitalar do Estado, pública, filantrópica ou privada, destinados para o atendimento exclusivo de pacientes diagnosticados com a Covid-19.

Segundo dados oficiais, na rede hospitalar pública do Estado de Sergipe, há, atualmente, 27 (vinte e sete) leitos de Unidades de Tratamento Intensivo (UTI), para atendimento exclusivo de pacientes com a Covid-19, adultos e pediátricos, sendo: 11 (onze) no Hospital de Urgência de Sergipe, 10 (dez) no Hospital Universitário de Lagarto, 01 (um) no Hospital Regional de Itabaiana e 05 (cinco) no Hospital de Cirurgia.

Quanto aos leitos clínicos (observação, estabilização e enfermaria), informou que existem atualmente um total de 134 (cento e trinta e quatro) exclusivos para atendimento dos pacientes com Covid-19, com previsão de criação de mais 212 (duzentos e doze), totalizando 346 (trezentos e quarenta e seis) leitos clínicos. Porem, desse quantitativo, apenas 45 leitos já estão disponíveis para regulação estadual, ou seja, prontos para o atendimento imediato do paciente.

Quanto ao Município de Aracaju, informou que conta, atualmente, com 27 leitos clínicos de retaguarda, destinados para atendimento exclusivo de pacientes diagnosticados com a Covid-19, bem assim que tal número será ampliado em mais 152 leitos clínicos através da construção de um hospital de campanha.

Já a rede hospitalar privada oferta no presente momento 32 (trinta e dois leitos) de UTI, sendo: 03 (três) no Hospital Renascença, 09 (nove) no Hospital Unimed, 10 (dez) no Hospital Primavera e 10 (dez) no Hospital São Lucas, exclusivos para atendimento de pacientes com Covid-19. Quanto aos leitos clínicos são atualmente 61 (sessenta e um), assim distribuídos: 06 (seis) no Hospital Renascença, 21 (vinte e um no Hospital Primavera), 10 (dez) no Hospital São Lucas e 24 (vinte e quatro) no Hospital Unimed, destinados para atendimento exclusivo de pacientes diagnosticados com a Covid-19.

Sendo assim, o quantitativo total de leitos de UTI e clínicos de retaguarda atualmente disponíveis para utilização imediata e exclusiva para pacientes com Covid-19, em toda a rede hospitalar pública e privada de Sergipe, é de 59 (cinquenta e nove) leitos de UTI e 133 (cento e trinta e três leitos) leitos clínicos de retaguarda (observação, estabilização e enfermaria).

Por fim, ressalte-se que não obstante estejamos diante da perspectiva de ampliação dos leitos de UTI e de internamentos clínicos (retaguarda) existentes na rede hospitalar pública e privada em nosso Estado, com o objetivo de prepará-la para o enfrentamento à Covid-19, ainda não foi definida uma data precisa para a conclusão desse processo de expansão da rede, por conta da falta de recursos humanos, EPIs, respiradores, ventiladores mecânicos, e demais insumos médicos, circunstância que reforça a necessidade de manutenção do isolamento social no presente momento.

Recordamos que mais de 80% da população sergipana não possui plano de saúde e demanda a ser gerada pela epidemia poderá sobrecarregar intensamente o SUS em Sergipe.

Ao panorama acima descrito se soma o fato de que não foi iniciada, ainda, a execução de testagem em massa da população, nem a apresentação de estudos de cenário que demonstrem qual a estimativa de internação de pacientes com Covid-19 no período de pico. Só assim seria possível avaliar se a estrutura de saúde de Sergipe é suficiente para fazer face à demanda a ser gerada pela epidemia.

Por isso, os Ministérios Públicos reforçam a necessidade de manutenção do isolamento social em Sergipe, bem como que seja demonstrado pelos Poderes Públicos à população, de forma contínua e transparente, não só a preparação para o período de pico da pandemia, com as datas de entrega dos novos leitos já equipados, mas também a apresentação de cronogramas de testagem ampla e os estudos de cenário com os números de internações previstas.

Ressaltamos que o Ministério Público, a quem a Constituição Federal de 1988 atribuiu a importante missão de exercer a defesa dos interesses mais caros à sociedade, encontra-se à disposição para auxiliar a população e todos os envolvidos no enfrentamento dessa grave questão de saúde pública.

Clique abaixo e confira:

Nota de esclarecimento sobre leitos em Sergipe – MPSE, MPF e MPT

Nota Técnica Secretaria de Estado da Saúde

Nota Técnica Secretaria Municipal da Saúde – Aracaju

Fonte: Assessoria de Comunicação MPF/SE

*Imagem: Coordenação de Design e Mídia/MPSE

Reprodução: www.imprensa1.com

Por: https://www.mpse.mp.br/index.php/2020/04/18/mpse-mpf-mpt-divulgam-nota-com-numero-oficial-de-leitos-de-uti-no-estado-e-a-favor-do-isolamento-social/

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: