Criança desaparecida é encontrada morta com sinais de esganadura e abuso sexual

No início da tarde dessa quinta-feira, dia 21, a criança de seis anos que estava desaparecida deste o final da tarde do dia anterior, foi encontrada morta por moradores do Bairro Santa Maria, com sinais de esganadura e de abuso sexual. O seu corpo estava jogado em um barreiro cercado por um matagal, no conhecido Morro do Avião do Conjunto Governador Valadares.

A criança, Lorrany Kethelly Santos , de 6 anos,estava brincando próximo a sua casa no Conjunto Padre Pedro, quando teria sido atraída pelo suspeito do crime, que trabalhava em uma lojinha de serviços com internet, próximo a residência da menina.

Ele foi identificado como sendo, Ricardo Alves da Costa, de 42 anos,  que foi preso em flagrante pelos policiais civis da 9ª Delegacia que tem a frente o delegado, Gilberto Guimarães. Foi através de uma investigação com informações de populares e imagens de câmeras no bairro, que a polícia chegou ao suspeito, que inicialmente tinha negado a autoria do crime.

O suspeito já era acostumado a conquistar a confiança de crianças da localidade oferecendo dinheiro, doces e brinquedos.  A menina Lorrany  foi uma dessas vítimas atraídas. Só que ela,  além de ser abusada, foi assassinada.

Revoltados com o crime bárbaro, os moradores do Bairro Santa Maria ameaçaram invadir a delegacia, arremessaram pedras em veículos, queimaram pneus e atearam fogo em um ônibus da empresa Atalaia. O Batalhão de Choque e policiais do 1º Batalhão da Polícia Militar de Sergipe (PM/SE) e com apoio dos policiais da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE) uma das equipes de elite da polícia civil que a situação foi controlada. Em uma ação rápida e de técnicas especiais, que a CORE tirou o suspeito da delegacia e o levou para o Departamento de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP).

No DHPP, Ricardo Alves, confessou o crime e disse em depoimento que : “ eu estava indo para casa e a menina veio atrás de mim me seguindo. Lá em casa, fui tomar banho e ela ficou se encostando em minha perna e depois levei ela para o mato no morro do avião, para dormir”, esses foram alguns dos relatos dito pelo o homem. Se é que podemos chamá-lo de ser humano.

A tia da menina tinha dito a imprensa, que quando todos estavam à procura da dela, algumas ligações falsas foram recebidas e diziam que a Lorrany tinha sido vista nos bairros América e depois, na Aruana. Possivelmente, o próprio suspeito ligou para despistar e tirar ele do foco como sendo suspeito pelo desaparecimento da criança.

Familiares da menina ao irem à rua onde mora o suspeito, receberam a informação que Ricardo foi visto na noite dessa quarta-feira, subindo o morro do avião com um saco nas costas e daí por diante, ele foi apontado como sendo o responsável pelo crime.

Como forma de segurança, o DHPP não informou para onde o criminoso foi levado. Ele passará por exame de corpo de delito no IML de Sergipe e depois, segue para audiência de custódia no Fórum Gumercindo Bessa.

Já o corpo da criança está sendo velado na casa da avó, no Bairro Santa Maria. O sepultamento acontece no final da manhã desta sexta-feira, dia 22.

Por: www.imprensa1.com

DAQUI A POUCO , AS IMAGENS ( VÍDEOS )  WWW.IMPRENSA1.COM

Fotos; Colaboradores do Imprensa1, redes sociais e Sandoval Notícias.

Deixe uma resposta

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...