CTB Sergipe não consegue entregar a parlamentares documento contra terceirização

Sindicalistas e dirigentes da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil em Sergipe (CTB/SE) promovem uma manifestação nesta quarta-feira, 22, a partir das 6 horas no Aeroporto de Aracaju, para tentar sensibilizar os parlamentares sergipanos a votar contra o Projeto de Lei 4330 que amplia a terceirização no País. Apenas dois deputados federais por Sergipe – João Daniel (PT) e Jony Marcos (PRB) – votaram a favor dos trabalhadores.

Para a Central, o PL, de autoria do deputado Sandro Mabel (PMDB/GO), é prejudicial à classe trabalhadora porque precariza as relações de trabalho, acaba com a CLT e com o conceito de categoria, e extingue os concursos públicos. “Isso é um golpe contra os trabalhadores. Os terceirizados ganham 30% menos e trabalham mais do que os demais empregados da empresa contratante. Isso já ocorre hoje e, se o projeto passar, vai escancarar de vez”, afirma Edival Góes, presidente da CTB/SE.

Os terceirizados são também as maiores vítimas dos acidentes de trabalho registrados no Brasil por falta de qualificação. Por isso, a CTB tem ido às ruas conclamando a sociedade a rejeitar esse projeto nefasto para os trabalhadores. Hoje, em Aracaju e várias capitais, a entidade promove atos nos aeroportos e, em Brasília, faz uma vigília no Congresso Nacional.

Por: Miura Belfort –Ascom da CTB

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: