Deputada Goretti Reis defende políticas públicas para proteção de mulheres vítimas de violência

Goreti reis-Deputada-deputada Goreti Reis-00Na tarde desta segunda-feira, dia 14, a deputada estadual Goretti Reis ocupou o grande expediente na Assembleia Legislativa para apesentar aos parlamentares sergipanos o trajeto de seu acesso às políticas públicas voltadas para mulheres vítimas de violência doméstica e sexual na cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, onde aconteceu mais um encontro da UNALE que Goretti como secretária especial da Saúde sempre participa.

Através de fotos mostrou inúmeros Programas interessantes e que devem ser copiados, a exemplo da “Patrulha Maria da Penha”, “Metendo a Colher”, sobre a ressocialização do agressor, a “Sala Lilás” que atende mulheres vítimas de violência e o serviço “24 Horas” de atendimento na Delegacia da mulher.

A parlamentar ressaltou a importância da participação, em Porto Alegre, de autoridades ligadas à segurança pública, delegados e coordenadoras da Política de Segurança para as Mulheres. Entre eles a delegada chefe da Polícia Civil do Espírito Santo, Gracimeri Vieira Soeiro de Castro Gaviorno, a diretora do Departamento de Políticas para as Mulheres, Salma Farias Valencio, as delegadas de Polícia Andrea Magno e Patrícia Sanchotene Pacheco e o delegado-subchefe Ênio Gomes de Oliveira

“É muito importante buscar ações desenvolvidas em outros estados e que estão dando certo e apresentar aqui nesta Casa. Como deputados precisamos nos unir e conhecer o que temos em Sergipe e de que forma podemos trazer o que beneficie e auxilia as mulheres vítimas de violência. Quando digo mulheres, insiro os filhos que acabam sendo vítima também. Sergipe hoje está em 17º, no ranking de homicídios, precisamos sair dessa péssima colocação em algo tão grave. As estatísticas nos mostram que é necessário ações urgentes e nós podemos fazer muito se nos unirmos. Precisamos cobrar políticas públicas de nossos governantes, mas também mostrar alternativas e formar uma corrente na busca para acabar com tanta violência”. Finalizou Goretti convidando os parlamentares para uma visita ao IML, delegacias e órgãos que atendem essas vítimas e saber como tudo acontece e o que podemos contribuir com o sofrimento dessas pessoas.

Reprodução: www.imprensa1.com.br

Por: Cristina Rochadel

Assessora de Comunicação

 

 

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: