Deputado critica a falta de leitos de UTI em hospital de campanha

O deputado estadual Rodrigo Valadares (PTB) usou suas redes sociais para questionar o fato da Prefeitura de Aracaju ter realizado um investimento da ordem de R$ 3 milhões para a construção de um Hospital de Campanha para combater a pandemia do novo coronavírus (COVID-19), sem ter construído leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) para atender a sociedade.

“Tenho feito diversos questionamentos ao governo do Estado e à Prefeitura de Aracaju sobre o colapso que estamos nos aproximando de toda a rede, e a Secretaria de Saúde apenas limitou-se a dizer que não tinha responsabilidade e que a gestão da PMA era de baixa e média complexidade. Isso não é verdade porque a competência é comum para todos os entes, seja federal, estadual ou municipal”, rebateu o parlamentar.

Rodrigo Valadares revela ainda que sua equipe fez um levantamento sobre Prefeituras de cidades pelo País que construíram hospitais de campanha durante a pandemia e que investiram em UTIs. “Em Aracaju a PMA investiu R$ 3 milhões em um hospital sem uma UTI sequer? O Rio de Janeiro construiu 150 leitos de UTI, em São Paulo foram 64, em Salvador foram 50, Recife foram 80 e Teresina foram 60”.

Fiscalização

Em meios as suas denúncias, o parlamentar antecipa que vai pedir a apuração do TCE, TCU, MPF, MPE, COREN, CRM, Polícia Civil e Polícia Federal. “Temos informações que chegaram recursos federais e queremos uma investigação ampla em cima desses recursos. Queremos saber se o ‘caminhão de dinheiro’ que chegou não foi o suficiente para a instalação de leitos de UTIs”.

Foto: Jadílson Simões

Reprodução: www.imprensa1.com

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: