Deputado Francisco Gualberto diz que irá combater os golpistas no país

deputado-gualberto-00Um discurso com fortes críticas à atuação da direita no país. Assim foi o primeiro pronunciamento do líder do governo na Assembleia Legislativa de Sergipe, deputado Francisco Gualberto (PT), na reabertura dos trabalhos legislativos em 2015.Na manhã desta quinta-feira, dia 19.

“Nós aqui não calaremos diante de golpistas. Quem acha que vai tomar o poder sem reação, está se enganando”, disse, em referência aos ataques que o governo federal vem sofrendo por conta das denúncias de corrupção na Petrobras.

Acusando a Rede Globo, a revista Veja e o senador tucano Aécio Neves, derrotado nas eleições presidenciais de 2014, o deputado Gualberto disse que não calará diante das investidas que buscam enfraquecer a estatal brasileira para que seja vendida ao capital estrangeiro. “Aqui nesta Casa nós tratamos de política. Os temas aqui são variados, mas esse ano promete debates sobre questões a nível nacional. Tem gente se contrariando com a democracia e falando em golpe. Mas nós vamos debater isso”, garante.

O líder governista falou também sobre os dias de dificuldades para todos os poderes constituídos no Estado. Disse que a redução nos repasses do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) e FPE (Fundo de Participação dos Estados) já fazem grande efeito na economia sergipana. “Esta Casa, que é responsável pela legislação, terá sabedoria para contribuir com o Estado de Sergipe, e para que as dificuldades possam ser as menores possíveis. Vamos fazer o nosso trabalho e sair daqui sempre com a sensação do dever cumprido”, disse Francisco Gualberto.

Em referência à bancada de oposição, ele disse que espera uma convivência à base dos bons debates. “Teremos conflitos inevitáveis, mas em muitos momentos prevalecerão os interesses do povo de Sergipe”, afirmou. O líder lembrou ainda que apesar de existir Regimento Interno e Constituição Estadual, a Assembleia, em alguns casos, costuma se utilizar dos acordos entre lideranças de bancadas para definir determinada pauta. “O que é acordado não fere regimento. Todos convivemos com esta realidade que nós mesmos construímos aqui. O acordo de líderes é um instrumento importantíssimo”, frisou Gualberto, sob a concordância do presidente da Casa, deputado Luciano Bispo (PMDB).

Francisco Gualberto disse ainda que na condição de líder do governo, irá tratar das questões de Estado e de governo da maneira que têm que ser tratadas. Mas as questões ideológicas serão tratadas de acordo com o seu pensamento de líder político há mais de 30 anos. “Não vou me anular como líder político que defende o socialismo e já combateu várias tentativas de golpe organizadas pelas elites deste país”, afirma o deputado.

Foto: Ilustrativa

Reprodução: imprensa1

Assessoria de Imprensa – Gilson Sousa – DRT 660/SE

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: