Deputado Francisco Gualberto fará moção de repúdio por afronta aos poderes

Ao apartear o pronunciamento do deputado Iran Barbosa (PT), criticando um vídeo que teria sido compartilhado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, solicitando o “fechamento dos poderes”, o vice-presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), deputado Francisco Gualberto (PT), anunciou que dará entrada em uma Moção de Repúdio sobre o pronunciamento do presidente.

“Não houve dúvidas sobre o que o presidente queria dizer; não tem nenhuma interpretação outra a não ser de que ele não quer que as instituições democráticas sobrevivam. É deplorável, não aceitável e eu quero sugerir que façamos uma moção de repúdio para que a gente dê entrada aqui na próxima segunda-feira, 2”, enfatiza.

Francisco Gualberto solicitou aos deputados que assinem a moção. “Nós não estamos aqui pedindo atestado ideológico, mas o que está em jogo é se a democracia vai sobreviver? Se observarmos, o governo Bolsonaro está cercado de militares. Nada contra militar ter função de estado, mas se observarmos, todo o primeiro escalão, o segundo, o terceiro e até escolas são hoje coordenadas por militares como se civil não existisse para ajudar a governar o Brasil”, destaca.

Gualberto acrescentou que a moção de repúdio saindo da Assembleia Legislativa de Sergipe, precisa chegar à nível nacional.

“Essa Casa precisa dizer que, com todos os nossos problemas e dificuldades, queremos que a democracia continue prevalecendo no Brasil. Eu não concordo com o governo Bolsonaro em nada, porque não tem projetos, mas filipetas que atendem ao público dele. Uma coisa é não defender que um presidente eleito seja deposto e a outra coisa é permitir que o presidente eleito defenda a ditadura e a exceção. Precisamos defender a democracia e esta Casa, pois não será possível fechar o Congresso Nacional e as Assembleias Legislativas ficarem abertas”, enfatiza.

DEFESA

O deputado Georgeo Passos (CIDADANIA), afirmou que só assinará a Moção de Repúdio, caso tenha acesso ao vídeo ou à fala do presidente Jair Bolsonaro.

“Nós também somos defensores da democracia, agora, desde quando começaram os comentários, que eu busco esse vídeo do presidente da República, bem como informações concretas que partissem dele, algum ato contra o Supremo ou contra o Congresso. Eu sinceramente ainda não localizei e só assinarei a moção, desde que eu veja o vídeo onde o Bolsonaro pede para as pessoas o fechamento do Congresso e do Supremo. Se tivermos acesso ao vídeo, contem com a minha assinatura, mas se não tiver, não irei assinar”, adianta.

E Gualberto respondeu: “Ouvi e vi manifestações de representantes do Supremo Federal, do presidente da Câmara dos Deputados; ouvi repúdios por parte de membros do Senado, de juristas e artistas. Não é possível que todos esses setores estão aleatoriamente tecendo comentários a respeito desse vídeo. Eu não tenho vídeo para lhe mostrar, mas a repercussão de todos que condenam o vídeo”.

APOIO

O deputado Iran Barbosa afirmou que será o signatário e anunciou que entrará com duas moções, sendo um de protesto. O deputado Adailton Martins (PSD), se mostrou preocupado com a situação e anunciou que assinará favorável.

“Diante de um tema tão preocupante, não podia deixar de externar a nossa preocupação com esses desmandos e essas palavras que vem do presidente da República. Quando nós vemos nas redes sociais, alguns aliados e admiradores, que é melhor fechar o Congresso, fechar o Supremo, então fecharia as assembleias legislativas e isso é um retrocesso à democracia. Quero dizer aos deputados Iran e Chiquinho, que podem contar com a minha assinatura para essas moções de repúdio e de protesto a essa manifestação de encontro à democracia”, afirma.

Fotos: Jadilson Simões

Por:  Aldaci de Souza – Rede Alese

Reprodução: www.imprensa1.com

 

 

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: