Deputado Gilson Andrade faz apelo ao Governo sobre situação das UTIs

No grande expediente desta terça-feira, dia 12, o deputado Gilson Andrade (PTC), foi à tribuna para parabenizar a classe de profissionais da área da saúde fazendo referência à deputada Goretti Reis (DEM) que é enfermeira, pois hoje é comemorado o Dia Mundial da Enfermagem.

Em seguida, fez o apelo ao Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde – SES e da Fundação Hospitalar de Saúde – FHS para que sejam tomadas providências com relação a reabertura de seis leitos de Unidades de Terapias Intensivas – UTIs, podendo ser expandidos para 10 dos que existem no Hospital da Polícia Militar.

“No Hospital Regional Jessé Fontes, em Estância existem 10 leitos de UTIs desde 2011, mas que até hoje não estão em funcionamento. Sei que o Governo do Estado nesses últimos anos ampliou esse número, mas ainda não são necessários para atender a demanda e necessidade da nossa população”, salientou.

O parlamentar também relatou duas situações em que pacientes chegaram a óbito devido a indisponibilidade de vagas em UTIs. Um que inclusive, foi noticiado em um jornal impresso na semana passada, onde uma senhora de 77 anos que estava internada no Hospital Zona Norte Doutor Nestor Piva, onde permaneceu por três dias, mas faleceu devido a falta de UTI; e de uma jovem de 32 anos que foi atendida no Hospital Regional Jessé Fontes, em Estância, onde ficou três dias aguardando para ser transferida para o Hospital de Urgência de Sergipe –Huse, mas que faleceu.

“Não estou aqui dizendo que a vida dessa jovem poderia ter sido preservada se tivesse UTI, mas com certeza sua família estaria mais tranquila se esse leito estivesse disponível, percebendo que algo pode ser feito pela vida dela. Também faço o apelo para a Fundação de Saúde para que dê mais condição para as equipes médicas, pois ontem estive na ala vermelha do Huse e constatei que dos 16 leitos disponíveis, lá haviam 26 pacientes necessitando desses leitos. Se os leitos de UTI´s dos hospitais regionais atendessem, o Huse não estaria superlotado como comumente”, destacou.

Solidários a causa

O deputado Francisco Gualberto (PT) disse que é solidário a causa defendida por Gilson e considerou a reivindicação como legítima e justa. “Vossa Excelência reconhece o aumento significativo de leitos e digo que o Governo do Estado não mede esforços para essa ampliação, pois temos consciência. Sou solidário e me somo a esta causa”, disse.

O líder da oposição na Assembleia Legislativa capitão Samuel (PSL), também foi solidário e relatou o descaso do fechamento do Hospital da Polícia Militar – HPM. “Tem dois anos que o HPM está fechado e lá existem 65 leitos, além 10 de UTI. O assunto é uma discussão que realmente necessita de uma solução”, destacou.

*Foto: Antônio Carlos

Por: Autimira Menezes/ Ascom parlamentar

 

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: