Deputado quer debate com sobre os rumos da educação pública em Sergipe

Diante da nova portaria do secretário de Estado da Educação, Esporte e Cultura, Josué Modesto dos Passos Subrinho, que nessa terça-feira (12) antecipou mais 15 dias de férias previstas no Calendário Escolar de 2020, o deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) aguarda o retorno dos trabalhos remotos na Assembleia Legislativa para que o secretário possa debater com os parlamentares sobre os rumos da educação pública em Sergipe, sobretudo, após a pandemia do novo coronavírus (COVID-19).

Com a nova portaria, a Secretaria decreta antecipação das férias em todas as instituições educacionais da Rede Pública Estadual de Ensino, para o período de 12 de maio a 26 de maio, ampliando a antecipação de gozo de férias para os Servidores Civis e Professores de Educação Básica lotados nessas Instituições Educacionais, exceto os Vigilantes e os que estiverem em efetivo exercício de função Administrativo/Pedagógica (Diretores Escolares, Coordenadores e Secretários).

Georgeo lembra que, na última sessão remota, a Mesa Diretora da Alese confirmou a ida do secretário de Educação e explicou sua preocupação com base na indefinição a respeito do ano letivo escolar. “Nós, deputados, temos muitos questionamentos a fazer ao secretário de Educação. É preciso dar uma resposta para a rede estadual”.

O parlamentar pontua que, nas escolas particulares, muitos alunos estão submetidos ao sistema de aula virtual, mas na rede pública, muitos estudantes não têm acesso a essa ferramenta de ensino. “Se já não tem sido fácil para muitos alunos das escolas particulares, que ainda estão se adaptando a esta nova realidade, imagine para os alunos da rede pública? Em tempos normais, sem pandemia, a qualidade do ensino já era sofrível, imagine com este novo cenário, sem escolas preparadas, sem tecnologia. Lamentavelmente tende a ser um ano perdido para a rede estadual de ensino”.

“Muitos nos procuram porque estão preocupados com a falta de definição sobre o futuro. Com essa Portaria teremos mais 15 dias de férias. Lembrando que eles estão sem aulas há quase dois meses já. E até agora o Estado não trouxe nenhuma informação precisa para os parlamentares sobre o que será feito com o ano letivo, como essas aulas serão repostas”, completou o parlamentar.

Merenda escolar

Por fim, Georgeo disse que também vai querer informações do secretário a respeito de como tem sido realizada a distribuição da merenda escolar para os alunos da rede pública neste período de pandemia. “Os repasses federais estão chegando e é sempre válido a gente lembrar que muitas crianças têm na merenda escolar a primeira refeição do dia. Tem esse aspecto social que precisa ser bem aplicado também”.

Foto: Jadílson Simões /ALESE

 Por Habacuque Villacorte – Rede Alese

 

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: