Imprensa1
Site de notícias do jornalista radialista Marcos Couto

Dois morrem e três vão parar no hospital por causa de comida

f3Um Mistério está intrigando a Polícia Civil de Estância. No início da tarde desta quarta feira, 17, cinco homens foram misteriosamente envenenados na cidade de Estância.

Segundo informações iniciais, o fato aconteceu nas imediações do Forródromo da cidade e as circunstâncias ainda são investigadas. Quatro das cinco vítimas foram encaminhadas para o HRAM em Estância e a quinta vítima faleceu em via pública, na Rua do Sol, no Iran. José Anselmo de Jesus Santos, 25, não suportou a intoxicação e faleceu antes mesmo de ser levado até o Hospital.

f2A segunda vítima fatal faleceu no Hospital Regional Amparo de Maria e encontra-se sem identificação. As outras três vítimas que se encontram no Hospital são: José Américo Almeida Silva (17), José Walisson Ferreira (18) e Ronisson do Espírito Santo Freire (17), que teve que ser transferido para lagarto na Unidade de Serviço Avançado do SAMU.

Segundo informações extra oficiais, os jovens estavam em um churrasco em uma maré e lá foram envenenados através da comida. A Polícia Civil investiga se o crime tem ligação com o tráfico de drogas. Procurado: Ao descobrir o corpo de José Anselmo, o policial ligou para a delegacia e informou que o rapaz que estava sendo procurado pelas autoridades policiais encontrava-se morto.

“Doutor, o rapaz que a gente estava procurando está aqui morto”, afirmou. O IML chegou a cidade, foi até a DERPOL e por volta das 15h30m recolheu o corpo das duas vítimas. Segundo informações, os outros três jovens não correm risco de morte.

f4O SAMU foi até a Rua do Sol, mas o rapaz já tinha falecido. A Polícia Civil também esteve no local. Informações Adicionais: Segundo informações, o envenenamento se deu por chumbinho e todos os pacientes atendidos no HRAM passaram por uma lavagem gástrica que expeliu toda a alimentação feita por eles e o veneno embutido na comida.

Toda a equipe do HRAM se mobilizou no atendimento e aproximadamente 10 enfermeiros e técnicos, além de um anestesista, trabalharam para salvar a vida dos pacientes. As vítimas do envenenamento alegaram que comeram vários tipos de comida, entre elas peixe, cuscuz e banana. Ainda segundo informações, Ronisson do Espírito Santo não vomitou a comida e o veneno passou mais tempo em seu organismo.

Também existe a suspeita que o jovem de 17 anos tenha enjerido uma quantidade maior de comida e que por esse motivo, o veneno fez um maior efeito em seu organismo. O rapaz foi entubado e transferido para uma UTI em Lagarto. Segundo relatos colhidos no HRAM, alguns jovens ouvidos declararam que tinham visto algo preto na comida, mas não desconfiaram que se tratava de veneno.(LEI MAIS SOBRE O ENVENENAMENTO )

Por: Postado Por: Pisca Jr

Deixe uma resposta

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...