Imprensa1
Site de notícias do jornalista radialista Marcos Couto

Em Sergipe, três festas são declaradas Patrimônio Cultural

Foi aprovada, a declaração de patrimônio cultural e imaterial de Sergipe para três festas do estado. Os projetos de lei ordinária Nº 12, 34 e 114/2022, de autoria dos deputados Maria Mendonça (PDT), Talysson de Valmir (PL) e Kitty Lima (Cidadania), foram votados na sessão plenária da Assembleia Legislativa de Sergipe.

O PL Nº 12 reconhece a importância do São João, do município de Areia Branca.

No Projeto Nº 34, Talysson de Valmir homenageia a ‘Festa da Santa Cruz e do Sagrado Coração de Jesus’, realizada em Carira. Na justificativa, ele explicou que a comemoração do dia dos padroeiros e o culto aos santos é tradição na Igreja desde os primeiros séculos da cristandade.

“A capacidade de identificar e valorizar os santos que viveram entre nós, aliada tradição da Igreja em denominar paróquias e comunidades com os nomes destes santos ou santas, faz da Igreja uma instituição acolhedora, que recebe a todos, mesmo os que vêm apenas em busca da intercessão desses santos e santas em socorro ás suas necessidades”, disse.

Kitty Lima faz, através do PL Nº 114 a homenagem à festa junina do “Casamento da Viúva” do município de Maruim. “Ocorre há mais de 20 anos de forma ininterrupta, sendo que, já se transformou, em um costume e uma data esperada por todos os maruienses, bem como pelos que conhecem e frequentam anualmente a festividade”, diz na justificativa do Projeto

Por Wênia Bandeira/Alese

Foto: Governo de Sergipe

Reprodução: www.imprensa1.com

Deixe uma resposta

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...