“ENEM foi hackeado”, confirma Ministro da Educação

ministro-da-educação-aloizio-mercadanteO ataque ocorreu no dia 28 de dezembro, durante o acesso dos estudantes às notas do exame pelo site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

“Foi um ataque de grande porte, mas não houve nenhuma consequência aos dados. Por isso, resolvemos passar o processo para a nuvem”, afirmou o Ministro da Educação Aloizio Mercadante. O site recebeu mais de 30 milhões de tentativas de acesso por segundo. “Nuvem” é o processo de computação, que utiliza várias máquinas interligadas, dividindo a memória de uso e processamento. Um exemplo famoso desse tipo de computação são as planilhas e arquivos de sites como o Google DOCs e o serviço de armazenamento Dropbox.

 

Com relação ao SISU (Sistema de Seleção Unificada) que oferece 129 mil vagas em 101 instituições públicas de ensino superior no país, o ministro afirma não ter ocorrido vazamentos, nem alteração de dados de candidatos.

 

“Nos primeiros minutos da abertura, quatro a cinco estudantes entraram na página que dava acesso a alguns dados. Não pode alterar nada, não tem nenhuma implicação ou desdobramento e foi imediatamente corrigido. Tudo andou com toda segurança e estabilidade, já são mais de 470 mil inscritos em apenas 12 horas de abertura do sistema”, disse o ministro.

 

Por: Luciana Domingos

Foto: http://blogs.ne10.uol.com.br

Fonte: http://blogs.ne10.uol.com.br

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: