Mesmo com depósitos judiciais Estado vai pagar salário dos servidores de forma parcelada

O Governo do Estado inicia o pagamento da folha de servidores referente ao mês de setembro nesta quarta-feira, 30. Conforme programação a seguir:

30 de setembro: Secretaria de Estado da Educação (integral);

01 de outubro: Secretaria de Estado da Saúde, Detran, Ipesaúde, Sergipe Previdência, Jucese, Adema e Segrase (integral);

01 de outubro: Aposentados, pensionistas e demais servidores da Administração direta e indireta até o limite de R$ 2.500,00.

A Secretaria de Estado da Fazenda informou que estima concluir a folha salarial do funcionalismo referente o mês de setembro até o dia 10 de outubro, ou antes deste prazo caso haja a liberação do percentual dos recursos dos depósitos judiciais contidos no Banco do Brasil.

Depósitos judiciais

Em reunião ocorrida nesta segunda-feira, dia 28, entre o secretário de Estado da Fazenda, Jeferson Passos, e o superintendente estadual do Banco do Brasil, Ingo Kobarg Júnior, foi informado pela instituição financeira que estava mantida a decisão de não disponibilizar ao Poder Executivo a liberação do percentual de 70% dos recursos oriundos das contas de depósitos judiciais contidos no banco.

Ainda no mês de agosto, o Governo do Estado de Sergipe solicitou ao Banco do Brasil no dia 27 a liberação desses recursos, conforme determinação contida na Lei Complementar n° 264/2015, aprovada pela Assembleia Legislativa ainda no mês passado. Porém, não obteve nenhuma manifestação da instituição financeira para tal procedimento.

Diante desta posição, o Governo, por meio da Procuradoria Geral do Estado (PGE), definiu pela adoção das medidas judiciais cabíveis para garantir a execução do repasse. Para o pagamento do mês de agosto, o Estado obteve normalmente acesso aos recursos oriundos do Banese no valor aproximado de R$ 97 milhões.

O secretário Jeferson Passos informou que embora tenha havido a liberação por parte do Banco do Estado de Sergipe (Banese) do percentual de 70% dos depósitos judiciais contidos na instituição referente já ao mês de setembro, esse valor é insuficiente para viabilizar a execução integral do pagamento da folha salarial do funcionalismo estadual. Sem o acesso ao volume de recursos necessários ao equilíbrio financeiro, o Estado de Sergipe necessitará efetuar o pagamento da folha de forma parcelada.

 

Fonte: ASN

Foto (arte): kezitadotco.wordpress.com

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: