“Estes serviços vão incrementar o turismo na zona norte”, diz Jackson ao visitar obras no bairro Industrial

Industrial_Marcos_RodriguesUm dos bairros mais antigos de Aracaju está passando por uma nova fase. O bairro Industrial, zona norte da Cidade, recebe R$ 30 milhões em obras e serviços de urbanização. Somente na segunda etapa da Orlinha são R$ 3 milhões em obras como muro de contenção, calçadão com bancos, canteiro central com iluminação e um restaurante contemplativo do rio Sergipe.

Na manhã desta quarta-feira, 15, o governador Jackson Barreto visitou as obras e conversou com moradores sobre os benefícios dos serviços.

“Aqui estamos realizando o sonho dos moradores do bairro Industrial. O nosso ex-governador Marcelo Déda, ainda quando prefeito, construiu a primeira etapa, e nós estamos aqui fazendo a segunda etapa. Este é um projeto de urbanização que vai tornar nossa cidade mais bonita, melhorando a qualidade de vida da população que aqui reside, além de consolidar esse belíssimo cartão postal da capital sergipana, onde poderemos contemplar a beleza do rio Sergipe que banha a nossa Aracaju. Essa obra incrementará também o turismo na zona norte”, declarou Jackson.

O professor, André Góes reside há três anos em uma das principais avenidas do bairro, a General Calazans, ele tem convivido há alguns meses com poeira, lama e dificuldade de estacionar, mas nada disso tem tirado seu otimismo, porque o benefício futuro irá compensar o incômodo do agora. “O que tinha de ruim era falta de iluminação e o movimento só existia por conta dos restaurantes. Com a obra este cenário deve mudar, nossa expectativa é que melhore vários aspectos, como a iluminação, o lazer para as crianças, a valorização dos imóveis e principalmente a beleza do local que será potencializada. Com o investimento chega também mais saúde, pois teremos rede de esgoto”, relata.

Quem também anda satisfeito é o pescador Edeilton Bispo dos Santos, o Pepeu. Há 20 anos ele mora no bairro Industrial e tira seu sustento e o de sua família do rio Sergipe. De acordo com ele, a continuação da obra da Orlinha é uma das melhores coisas que poderia acontecer para quem vive da pesca, pois está sendo construído um cais. “Esse cais influencia diretamente a vida de 100 pescadores, pois vamos poder subir e descer com o motor e os barcos com mais facilidade por conta da rampa que terá no cais. Antes era muito sacrifício e precisávamos da ajuda de outros colegas”.

Ele conta ainda que nunca viu um volume de obras tão grande na área, dando destaque a rede de esgoto que está sendo implantada. “Nesses 20 anos o peixe diminuiu muito, antes pescava 15 Kg a cada saída hoje consigo no máximo 4 Kg. Tem o fator do aumento na quantidade de pescadores, mas principalmente essa é uma atividade que precisamos ter o rio limpo e por causa da poluição no rio os peixes não conseguem se reproduzir, no entanto, com as ações do Governo agora haverá mais peixe e assim uma renda maior para os pescadores, além da qualidade de vida de todos nós que irá melhorar”, cita.

Fonte: ASN

Foto: Marcos Rodrigues/ASN

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: