Imprensa1
Site de notícias do jornalista radialista Marcos Couto

Estudantes sergipanas participam do programa nacional Futuras Cientistas no SergipeTec

Foto: Assessoria de Imprensa

O Parque Tecnológico de Sergipe – SergipeTec – está participando mais uma vez do Programa Futuras Cientistas. Realizado pelo Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste – CETENE – o foco do programa é possibilitar a imersão científica e tecnológica de estudantes e professoras do ensino médio da rede pública em áreas de Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática, a fim de contribuir com a equidade de gênero no mercado profissional. O SergipeTec fará a capacitação de meninas em cursos de reaproveitamento de resíduos orgânicos e produção de biocombustíveis, construção e implementação de um robô móvel e impressão 3D.

“Sediar o programa futuras cientistas é de grande importância para o Parque tecnológico de Sergipe, uma vez que sua missão engloba o desenvolvimento da interação entre ciência e tecnologia, pessoas e academia, podendo, desta forma, oportunizar estudantes da rede pública por meio da infraestrutura dos nossos laboratórios, o contato com experimentos, vivenciando a aplicação prática da ciência, adquirir conhecimento especializado, conforme o programa escolhido e, ainda, estimular a inserção feminina nas ciências exatas”, destaca Samia Maciel, pesquisadora do Núcleo de Energias Renováveis e Eficiência Energética de Sergipe.

Participam do projeto estudantes do 2º ano do ensino médio de escolas públicas estaduais. São 20 horas semanais de aulas durante todo o mês de janeiro. Em 2023, o programa Futuras Cientistas está sendo realizado em todo o Brasil com cerca de 500 participantes que recebem bolsa-auxílio, brindes exclusivos e certificado de participação.

“O projeto é maravilhoso e eu me inscrevi porque sempre buscava novas oportunidades através de projetos do governo. Eu fiquei sabendo através da minha professora porque uma aluna do meu colégio já tinha participado de uma edição anterior. Estou muito feliz de estar aqui participando, é muito gratificante”, afirma Yasmin Lisboa, estudante do Atheneu Sergipense.

O projeto é pioneiro no país no incentivo da participação de meninas na ciência e possui o objetivo de estimular o interesse e promover a participação de mulheres professoras e estudantes do ensino médio, nas áreas de Ciência e Tecnologia, através da aproximação a centros tecnológicos e instituições de ensino e pesquisa. O Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste – CETENE – é vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação do Brasil.

Reprodução: Portal Imprensa1

Por: Felipe Martins/Ascom

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...