EXCLUSIVO: Delegado Osvaldo Rezende recebe alvará de soltura, mas se nega deixar a prisão

Na noite dessa quinta-feira, dia 25, o delegado de polícia, Osvaldo Rezende, após receber o alvará de soltura, se negou deixar a prisão enquanto os seus colegas de profissão continuarem presos na Academia de Polícia Civil de Sergipe Acadepol.  Oswaldo , o policial civil José Alonso Santos e o policial militar, Gilvan Moraes de Oliveira, todos são suspeitos de terem envolvimento na morte do empresário e advogado paraíbano,  Gefferson de Moura Gomes, no dia 16 de março, durante uma operação desastrosa do DENARC  de Sergipe, na cidade de Santa Luizia.

Foi a Corregedoria Geral da Polícia Civil de Sergipe , Eríka Fárias  que entregou em mãos o alvará de soltura ao delegado preso na Acadepol e em sua saída não quis falar com a imprensa sobre o caso e a decisão do delegado em não sair da cadeia.

Que por sua vez, tinha ganhado o direito de ficar livre provisoriamente após decisão unânime do  Superior Tribunal de Justiça (STJ)  nessa terça-feira, dia 23.

OS TRÊS FORAM SOLTOS -CLICK AQUI!

 

EMPRESARIO MORTO
Deixe uma resposta

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...