Fundat ultrapassa 30 mil vagas ofertadas em cursos

fundadt-glauci guerra-cursos -fundat-Em 2014, pesquisa Ibope encomenda pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) apontou que 74% dos brasileiros consideram que o aluno de um curso profissional está preparado para o mercado de trabalho. Em meio a este cenário, a Fundação Municipal de Formação para o Trabalho (Fundat) – órgão vinculado à Secretaria Municipal da Família e da Assistência Social (Semfas) – ultrapassou, ao final do último semestre, a marca de 30 mil vagas ofertadas em cursos de qualificação e capacitação.

fundadt-glauci guerra-cursos -fundatA fim de proporcionar acesso ao conhecimento em busca de melhoria na qualidade de vida, a administração municipal tem atuado, desde o início da gestão, em duas frentes: disseminando a aprendizagem para quem deseja ingressar no mercado formal e possibilitando que uma parcela da população desenvolva novas habilidades empreendedoras. Somadas às vagas disponibilizadas pela Fundat em 2013 e 2014, respectivamente 14.083 e 12.444, os primeiros seis meses de 2015 já somam mais 3.769, resultando na oferta de 30.296 vagas neste período.

O montante alcançado é fruto de uma série de possibilidades de aprendizagem oferecidas aos aracajuanos: cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC), através do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) e de parcerias gratuitas com entidades do “Sistema S”; cursos livres, viabilizados com recursos próprios, voltados ao aperfeiçoamento profissional; além de cursos destinados às práticas de feirantes, ambulantes e flanelinhas.

Facilidade

A partir dos 16 anos, já é possível iniciar, gratuitamente, a formação profissional. Para abrigar os cursos que oferece, a Fundat conta com Unidades de Qualificação Profissional (UQPs) espalhadas pela cidade. Atualmente, elas estão em funcionamento nos seguintes bairros: Jardim Esperança, Jardim Centenário, Porto D’anta, Coroa do Meio (duas unidades) e Santos Dumont. Os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) também são utilizados para o acolhimento das turmas, assim como associações de bairro, igrejas e instituições beneficentes.

E o processo de inclusão ao ensino não parou por aí. No intuito de ampliar e disseminar as oportunidades por toda a capital, a Prefeitura de Aracaju inaugurou, em março, o Centro da Juventude, localizado no Conjunto Augusto Franco. Ainda naquele mês, foi aberto o Centro de Qualificação e Unidade Produtiva (CQUP) do Bairro 17 Março, que dispõe de salas de aula e de informática, e galpões destinados à carpintaria, marcenaria e confecção industrial.

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: