Georgeo comemora suspensão das demissões dos servidores do Hospital de Urgência

Foto: Jadilson Simões

O deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) na manhã da última terça-feira, 17, para comentar a decisão da Secretaria Estadual de Saúde (SES) de suspender as demissões de alguns servidores lotados no Hospital de Urgência Governador João Alves Filho.

Em seu pronunciamento, Georgeo destacou a fiscalização que os parlamentares do Cidadania realizaram na segunda (16), no hospital. Acompanhado pelo senador Alessandro Vieira, pelo deputado Samuel Carvalho e pelos vereadores de Aracaju, Sheyla Galba e Ricardo Marques, o deputado conversou com o diretor Walter Pinheiro.

O objetivo da conversa com o Dr. Walter era saber mais informações sobre a decisão da SES. “Nós abordamos esta pauta em vários momentos na Alese, fizemos a denúncia em plenário das demissões de profissionais do Hospital de Urgência e fomos lá para conversar com o diretor Dr. Walter e saber mais sobre esta decisão”.

“Após a conversa, visitamos as instalações da área de Oncologia, que com certeza seria o setor mais prejudicado com a demissão dos profissionais, já que eles, que estão habituados à rotina do hospital, não queria participar do novo processo seletivo da SES por causa da grande diferença de salários”.

O deputado disse que ao final da tarde de segunda, recebeu um documento enviado pela SES, comunicando a suspensão das demissões dos profissionais. Para Georgeo, a decisão foi acertada. “Na minha avaliação essa foi uma decisão sensata e prudente porque se realmente acontecesse este desligamento muitos pacientes seriam prejudicados e sofreriam com filas de espera”.

Por: Assessoria Parlamentar/Ascom

Deixe uma resposta

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...