Governo de SE já realizou mais de 45 mil atendimentos através do Monitora Covid-19

Com quase cinco meses de atividade em Sergipe, o aplicativo Monitora Covid-19 já registra a marca de 45 mil atendimentos e cerca de quase 13 mil downloads. Disponibilizado pelo Governo de Sergipe, através de uma parceria com o Consórcio Nordeste, o Monitora Covid-19 oferta teleatendimento e teleorientação, por meio de uma equipe de médicos(as) e enfermeiros(as), exercendo uma ação estratégica de cuidado e assistência. Viabilizado através do Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste (Consórcio Nordeste), o serviço é promovido pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), e operacionalizado pela Fundação Estadual de Saúde (Funesa), através do Telessaúde Sergipe, em parceria com a Universidade Federal de Sergipe (UFS).

Usuária do serviço, Viviane Oliveira Julião conta que experiência foi muito positiva, sobretudo pela facilidade de baixar e assistência ofertada. “Após me cadastrar, vinte minutos depois o profissional entrou em contato comigo, pois tenho asma e faço parte do grupo de risco. Isso me deixou tranquila, porque os médicos(as) e enfermeiros(as) ligam diariamente, orientam, tiram dúvidas e passam medicações, com todo um prontuário médico, o que facilita bastante. Também orientam se o caso precisar de atendimento em unidade de saúde, que foi o meu caso. Depois de alguns dias por atendimento via telefone, houve essa necessidade de ir à emergência do hospital, pois senti falta de ar. Só tenho a agradecer a toda a equipe”.

Ainda de acordo com Viviane, quando saiu do hospital continuou sendo assessorada pela equipe. “Apesar eu ter plano de saúde e acessibilidade a hospital privado, em um momento como esse, nenhum paciente quer se deslocar sem necessidade. A criação dessa plataforma veio em um momento necessário e dei. Pra quem é portador de doença crônica, fica mais difícil se expor no hospital, devido a toda carga viral do local. Todas as orientações dos maus momentos que passei foram extremamente necessárias para que eu pudesse sair da crise. Um dos médicos que me atendeu teve a sapiência e a sensibilidade de me instruir durante uma crise de asma”, ressalta a usuária.

Com atendimento ofertado por sete dias na semana, o serviço atua na avaliação de sintomas e risco da pessoa com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), para monitorar a evolução do estado de saúde do usuário e, quando necessário, encaminhá-lo a uma unidade de saúde de referência. O serviço opera de acordo com a situação de saúde da pessoa, conforme a classificação por grau de risco.  Também permite a integração dos dados para geração de análises de cuidado em saúde, através de sala de situação, e articulação entre a Atenção Primária à Saúde (APS) e outros níveis de atenção à saúde, contribuindo para a vigilância e o cuidado integral desse paciente.

De acordo com um dos médicos da equipe, David Pizzi, através do aplicativo é possível monitorar pessoas sintomáticas, com dados disponibilizados pelo usuário. “Nossa atuação no aplicativo é de conscientização e orientação, melhorando o atendimento à população. Falamos sobre os cuidados diários para conter a disseminação do vírus, sobre os sintomas, dieta, hidratação, medidas de higiene, uso de máscara e isolamento social. É um serviço que auxilia a população, de forma que o paciente não precisa se deslocar a uma unidade de saúde para buscar atendimento e/ou orientações”, afirma.

Fonte: ASN

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: