Imprensa1
Site de notícias do jornalista radialista Marcos Couto

Homem mata adolescente com faca e paralelepípedo

F1---moerte-de-jovemO desempregado José Carlos Soares, 46, foi preso em flagrante acusado de assassinar com golpes de faca e de paralelepípedo a adolescente Ingrid Francieli Santos Lias, 16.

De acordo com as primeiras investigações da Polícia, a adolescente estava dormindo e o homem teria invadido a casa dela, arrombando a porta dos fundos.

 

Na casa, havia três mulheres: uma com dez anos, a vítima e a amiga dela, Valdilene da Silva, 24. No momento do crime, havia também uma outra criança, um garoto de cinco anos de idade, filho de Valdilene, que presenciou todo o crime. Valdilene também foi ferida a golpes de faca, que lhe atingiram o braço e as costas.

De acordo com a Polícia, o acusado chegou à residência da vítima, localizada na rua Manoel Carlos de Jesus, no bairro São Carlos, por volta das 6h desta segunda-feira, 27. Ele teria pulado o muro da frente e teve acesso ao interior da residência, arrombando a porta dos fundos. Foram horas de ameaças e, ao final, José Carlos acabou assassinando a adolescente Ingrid, utilizando uma faca e também aplicando golpes de paralelepípedo.

Ambas as armas utilizadas no crime foram encontradas embaixo da cama onde a vítima dormia. Depois de assassinar a adolescente, o acusado abandonou a faca e paralelepípedo e sacou uma outra faca, com a qual teria tentado o suicídio. Segundo a criança de dez anos, ele chegou a gritar que iria se matar tomando chumbinho.

F4---moerte-de-jovemDepois do crime, José Carlos teria dominado Valdilene e ainda teria tentado estuprá-la, já no quintal da casa, e a agrediu, puxando o cabelo e aplicando golpes de faca. Mas ela conseguiu se livrar dele, que já estava despido, e fugiu, levando consigo as duas crianças. Conforme informou o tenente Rogério Prado, subcomandante da 3ª Companhia do 8º Batalhão da Polícia Militar, o acusado permaneceu no cenário do crime, teria ameaçado se matar, mas acabou preso em flagrante delito.

No momento da prisão, José Carlos estava armado com uma faca. “Mas a faca que estava com ele no momento da prisão não foi a mesma usada para ceifar a vida da adolescente”, informou o tenente Rogério Prado. No primeiro momento, cogitou-se que aquela teria sido a arma do crime, mas já na Delegacia, José Carlos informou que teria jogado a arma usada para matar a adolescente embaixo da cama que ela dormia, onde também foi encontrado o paralelepípedo.

Relação amorosa

F3---moerte-de-jovemEntre os vizinhos, o sentimento é que José Carlos mantinha uma relação amorosa com Valdilene e que esta não mais queria levar adiante o relacionamento, recebendo incentivo de Ingrid para iniciar um namoro com um outro rapaz. “Ele praticamente morava aí com ela”, disse um vizinho, que prefere o anonimato.

Mas a Polícia dá outra versão: José Carlos não estaria namorando, mas queria efetivar uma relação amorosa com Valdilene e ela não queria. E a raiva contra a adolescente teria surgido porque ela não incentivava a amiga a ficar com ele.

No primeiro momento, a impressão da vizinhança é que o acusado teria a intenção de matar Valdilene devido à resistência dela à relação amorosa. Mas, posteriormente, a Polícia constatou que o alvo seria efetivamente a adolescente.

F2---moerte-de-jovemOs vizinhos informam que José Carlos era proprietário de uma Oficina de Pintura de automóveis e costumava exibir os veículos dos clientes como se fossem dele, passeando pela rua. Uma maneira, segundo avaliou um vizinho, que ele encontrou para conquistar Valdilene. “Aí ele faliu e vivia dizendo que teria falido por causa dela”, informou o vizinho.

I

 

 

 

MAGENS:  Marcos Couto ( www.imprensa1.com)

TEXTO: Por Cássia Santana ( www.infonet.com.br)

Deixe uma resposta

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...