Imprensa1
Site de notícias do jornalista radialista Marcos Couto

Júri Popular: Anderson Souza é inocentado da morte do delegado Ademir Melo

Em júri popular ocorrido nesta quarta-feira, dia 10, no Fórum Gumercindo Bessa em Aracaju, Anderson Santos Souza, o homem suspeito de assassinar a tiros o delegado da polícia civil de Sergipe, Ademir da Silva Melo Júnior, no dia 18 de Julho de 2016, foi inocentado pela justiça.

Depois de três dias de julgamento que começou na última segunda-feira, dia 08, finalmente chega ao final uma parte desse misterioso crime, que apontava Anderson Souza, como autor dos disparos que baleou e matou o delegado Ademir. LEIA DETALHES – AQUI!

No julgamento, Anderson revelou que tinha mentido em depoimento policial porque estava com medo de ser morto, e que o verdadeiro atirador tinha sido o policial civil, Ademilson da Conceição Santos, conhecido como “Rastafari” e/ou “Edmilson Rastafari”.

Esse policial “Rastafari”, morreu dias depois do crime do delegado Ademir Melo, quando foi baleado acidentalmente por um colega que viaja com ele dentro de uma viatura, no dia  26 de Julho de 2016, na avenida Barão de Maruim, em Aracaju. Segundo nota oficial da SSP de Sergipe, havia uma perseguição a suspeitos de um crime, que na saída da viatura a arma do colega dele, disparou.

Ainda durante o júri, Anderson disse em depoimento que o crime foi encomendado por um delegado que tinha um interesse familiar de Ademir.

Depois desse julgamento, outras perguntas deverão ser respondidas e pessoas poderão ser presas a qualquer momento “caso haja uma investigação severa”.

A qualquer momento, mais informações, AGUARDE!

Por: www.imprensa1.com

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...