Imprensa1
Site de notícias do jornalista radialista Marcos Couto

Justiça condena quatro envolvidos em vazamento da prova do Enem

ENEM-CONDENADOS--NO-ENEMA Justiça Federal condenou quatro dos cinco envolvidos no vazamento do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em 2009.

A informação foi divulgada nesta terça-feira pelo Ministério Público Federal. Felipe Pradella, apontado como mentor do vazamento pela Polícia Federal, foi condenado a cinco anos e três meses de reclusão por violação de sigilo funcional e corrupção passiva.

Pradella, que era funcionário do consórcio responsável por imprimir a prova, porém, foi absolvido da acusação de ter tentando extorquir Renata Cafardo, então jornalista do jornal “O Estado de S. Paulo”, a quem havia tentado vender a prova.

Filipe Ribeiro e Marcelo Sena, também ex-funcionários do consórcio, foram condenados a quatro anos e seis meses pelos mesmos crimes –violação de sigilo funcional e corrupção passiva.

Já o DJ Gregory Cammilo, acusado de intermediar o contato com a imprensa para vender a prova, foi condenado a dois anos e quatro meses de reclusão, mas sua pena foi substituída por prestação de serviço comunitário.

Lucas Rodrigues, que era dono de uma pizzaria nos Jardins, foi absolvido. Às vésperas do Enem de 2009, exemplares da prova foram roubados. A fraude obrigou o MEC a adiar o exame que tinha mais de 4 milhões de inscritos.

O prejuízo estimado pela procuradoria foi de R$ 45 milhões.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/ Foto: http://www.portalmidia.net/

Deixe uma resposta

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...