Justiça suspende contrato de 200 mil do advogado Carlos Alberto Menezes com Assembléia

A justiça, através do juiz substituto Eliezer Siqueira de Sousa Junior, acaba de conceder liminar a ação ajuizada pelo  Ministério Público Estadual e determinou o cancelamento do contrato firmado pela Assembleia Legislativa com o advogado criminalista Carlos Alberto Menezes.

O advogado foi contratado  por R$ 200 mil  para defender os parlamentares estaduais acusados de desvio de verbas de subvenções e também nos inquéritos policiais na Deotap – Delegacia da Ordem Tributária e Administração Pública.

No entendimento do Ministério Público, a Assembleia Legislativa como pessoa jurídica  só poderia ser parte em ação penal se se tratasse de crime ambiental. Para os promotores Jarbas Adelino e Henrique Cardos

Caso descumpra a determinação foi estipulada ao presidente da Assembléia, Luciano Bispo (PMDB), multa diária de R$ 3 mil até o limite de R$ 150 mil.

Novas informações a qualquer momento.

 

Foto: click.com.br

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: