Kitty Lima apresenta mais um PL de socorro a músicos do setor de bares e restaurantes

12
Foto: Assessoria Parlamentar

A situação dos músicos e artistas que atuam em bares e restaurantes em Sergipe foi pauta da reunião ocorrida nesta quarta-feira, 12, entre a deputada estadual Kitty Lima (Cidadania), o vereador por Nossa Senhora das Dores e promotor de eventos Lucas Lima (Cidadania), e um grupo de profissionais do setor. O objetivo do encontro foi discutir os pontos do Projeto de Lei (PL) protocolado nesta quinta-feira, 13, na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) para evitar cortes de água, energia e telefonia desses trabalhadores.

Participaram também da reunião o deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania), de forma virtual, e representante do deputado estadual Dr. Samuel Carvalho (Cidadania).

Com as medidas restritivas em decorrência da pandemia da Covid-19 impostas pelo Governo do Sergipe em todo o estado, diversos setores econômicos foram e estão sendo diretamente afetados, em especial o de bares, restaurante e entretenimento, atingido em cheio os músicos que dependem do funcionamento dos estabelecimentos para o próprio sustento e o de suas famílias.

Os profissionais que trabalham e dependem deste setor têm relatado grandes dificuldades para pagar as contas básicas, e pensando em assegurar as mínimas condições a esses trabalhadores, a deputada Kitty Lima elaborou um PL para evitar cortes de serviços básicos em decorrência de débitos das contas de água, energia e telefonia.

“Esses são os trabalhadores mais afetados por essa crise no setor de bares e restaurantes, não podemos permitir que esses pais e mães de família continuem passando necessidades. Estamos trabalhando para socorrer todos aqueles que estão em situação de risco devido a essa pandemia, e os músicos que atuam no entretenimento em bares do nosso estado precisam de uma atenção especial”, pontuou.

“Elaboramos esse projeto de lei para assegurar que os serviços básicos não sejam suspensos por eventuais débitos. Como essas pessoas vão conseguir arcar com essas despesas sem renda em meio a pandemia? Precisamos pensar no bem estar dessas pessoas e elaborar medidas que garantam o sustento e a dignidade deles, esse é o foco do nosso projeto de lei que contarei à Mesa Diretora que o insira na pauta de votação o mais rápido possível”, completou Kitty.

Essa será a terceira iniciativa voltada a esses profissionais protocolada por Kitty Lima na Alese. No início deste ano, Kitty protocolou também na Alese uma indicação ao governador Belivaldo Chagas pedindo a concessão de auxílio financeiro para os desempregados do setor de eventos, entretenimento, bares e restaurante em R$ 1 mil, a ser pago em duas parcelas (março e abril).

Em março do ano passado, a deputada apresentou um projeto de para criar o Programa de Auxílio Emergencial para Trabalhadores do Setor Cultural e de Entretenimento, que previa o pagamento de um salário mínimo ou da complementação até este valor para aqueles que recebem auxílio de renda básica do Governo Federal. Apesar da urgência para apreciação da matéria, o PL nunca chegou a entrar na pauta de votação.

Por: Assessoria Parlamentar – Kitty Lima

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: