Luis Alberto Meneses é empossado procurador-geral de Contas do TCE

O Tribunal de Contas do Estado  empossou  na manhã desta segunda-feira, 9, em seu auditório, o novo procurador-geral do Ministério Público de Contas (MPC), Luis Alberto Meneses. A solenidade foi conduzida pelo presidente do TCE, conselheiro Luiz Augusto Ribeiro. Oficialmente no cargo desde o último dia 27 de fevereiro, quando foi empossado no Pleno do TCE, o novo chefe do parquet de contas sucedeu o procurador João Augusto Bandeira de Mello.

“Seguindo pelo caminho pavimentado pelos meus antecessores, com a colaboração dos colegas procuradores e servidores, pretendo dar mais um passo e trabalhar as parcerias já existentes, formar novas parcerias com entidades governamentais e entidades da sociedade civil organizada, continuando com o processo de fortalecimento institucional do Ministério Público de Contas”, destacou Luis Alberto, cujo mandato irá até março de 2022.

Ainda em seu discurso de posse, ele enfatizou que os desafios são grandes e as necessidades são urgentes, “mas o servidor público e os diversos seguimentos organizados da sociedade não podem ficar inertes, devem manter o espírito otimista e, assim, conclamo os órgãos governamentais, conclamo as entidades da sociedade civil para virem aqui contar a sua história para nós. Também temos histórias para contar e, assim, encontrarmos um propósito comum no aperfeiçoamento do controle externo e, consequentemente, na melhoria dos serviços públicos”, finalizou.

Ao fazer um balanço da sua gestão, o procurador Bandeira de Mello distribuiu agradecimentos, desejou êxito ao empossado e enalteceu o papel dos órgãos de controle externo: “O desafio do Controle Externo da gestão pública, e da cidadania, o que envolve todos nós, aqui presentes, é fazer com o que o preço do gasto público reverta-se em valor para os cidadãos, e que serviços públicos de qualidade garantam um futuro de verdade a todos os irmãos sergipanos”.

Já o presidente do TCE disse nutrir “profundo sentimento de admiração e respeito” pelo MP de Contas, “seja pela relevância do papel que desempenha na construção de um país mais justo e solidário, seja porque é integrado por homens cujas trajetórias funcionais honram a instituição”, comentou.

Em meio aos membros do TCE, estiveram presentes ainda os conselheiros Carlos Alberto Sobral, Carlos Pinna de Assis, Susana Azevedo, Angélica Guimarães e Flávio Conceição, além dos conselheiros substitutos Rafael Fonsêca, Francisco Evanildo e Alexandre Lessa, e do procurador do MPC, Eduardo Côrtes.

Também entre os presentes, o presidente do Tribunal de Justiça de Sergipe, desembargador Osório de Araújo; o procurador-geral de Justiça, Eduardo Barreto D’Avila Fontes; a promotora Ana Paula Machado, esposa do empossado; o secretário de Estado Geral de Governo, José Carlos Felizola, representando o governador Belivaldo Chagas; e o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira.

Por DICOM/TCE

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: