Manoel Sukita perde na justiça eleitoral e Gualberto permanece como deputado estadual

O ex-prefeito de Capela, Manuel Messias Sukita (PMDB) continua sem mandato. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) votou nesta terça-feira (14) mais um recurso impetrado por seus advogados, para validade do seu registro como candidato a deputado estadual.

Por unanimidade os ministro do TSE decidiram que Sukita permanece sem o mandato, porque não conseguiu o registro de sua candidatura. Se o TSE concedesse o registro, o deputado Francisco Gualberto (PT), deixaria a Assembleia.

O advogado contratado por Gualberto, José Rollemberg, mais uma vez conseguiu convencer os ministros com argumento de que a tentativa de disputar o mandato por Sukita feria a legislação eleitoral.

Líder do Governo na Assembleia, Francisco Gualberto vibrou com o resultado do TSE e se mantém no mandato até 2018. Nas redes sociais, muitos internautas se manifestaram sobre o resultado e demonstraram satisfação pela derrota imposta ao ex-prefeito deCapela.

Segundo um experiente advogado na legislação eleitoral, Manuel Messias Sukita pode entrar no Supremo Tribunal Federal (STF) com recurso extraordinário: “como a matéria não trata de questão constitucional, o recurso sequer será recebido”.

Por: www.faxaju.com.br

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: