Ministério Público denuncia comandantes de embarcações pesqueiras que realizavam atividades em área proibida

SINTESE-HEITOR SOARES-IMPRENSA1-ALGEMAS -RELATORIO-MINISTERIO PUBLICO FEDERAL-SERGIPE-PROFESSORES-MERENDA ESCOLAR -MARCOS COUTO-09O Ministério Público Federal de Sergipe (MPF/SE) ajuizou denúncia contra comandantes de embarcações que realizavam atividade pesqueira em área de segurança das plataformas em Piranema, no município de Estância. A atitude contraria a legislação ambiental.

Durante ação fiscalizatória do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais (Ibama), da Marinha e da Polícia Federal, foi possível verificar a prática de pesca em desacordo com a legislação ambiental. Além de as embarcações estarem a cerca de 100 metros das plataformas de petróleo, foram apreendidos 187 kg de pescado em um dos barcos e 690kg em outro.

A NORMAM 07/2003-DCP, do Departamento de Portos e Costas da Marinha do Brasil, veda o tráfego de embarcações em áreas, consideradas de segurança, a menos de 500 metros das plataformas. O crime de pesca ilegal é previsto na Lei nº 9.605/98. O artigo 34 estabelece pena de um a três anos de detenção e/ou pagamento de multa para quem pratica pesca em lugares interditados.

A ação tramita na 7ª Vara Federal com o número nº 0000056-08.2013.4.05.8502.

Assessoria de Comunicação
Ministério Público Federal em Sergipe
(79) 3301-3874 / 3301-3837
[email protected]
Twitter: @MPF_SE
Facebook: Facebook.com/MPFSergipe

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: